G1 Mundo

Ex-chefe da guerrilha do Nepal é nomeado primeiro-ministro

today25 de dezembro de 2022 15

Fundo
share close

Dahal, que ainda atende por seu nome de guerra Prachanda —que significa “terrível” ou “feroz”— governará a primeira metade do mandato de cinco anos com o apoio da oposição Comunista Unificada Marxista-Leninista (UML) e alguns outros grupos menores, segundo funcionários do partido.

“Ele foi nomeado e recebe o apoio de uma grande maioria do parlamento”, disse Tika Dhakal, assessor do presidente Bidhya Devi Bhandari, à Reuters.

Prachanda, que substitui Sher Bahadur Deuba, do partido do Congresso nepalês, deixará o cargo em 2025, abrindo caminho para a UML assumir, segundo a imprensa local.



“Este é o entendimento. O trabalho restante de distribuição de outros cargos e ministérios importantes ainda precisa ser resolvido”, disse Dev Gurung, secretário-geral do partido Centro Maoísta de Prachanda, à Reuters após uma reunião da nova coalizão.

O Nepal passou por 10 mudanças de governo desde 2008, quando a monarquia de 239 anos foi abolida.

A nova coalizão chega ao poder horas depois de Prachanda, 68, ter deixado a aliança governista liderada por Deuba, do partido do Congresso nepalês. Deuba recusou-se a apoiar Prachanda para o cargo de primeiro-ministro.

Deuba e Prachanda fizeram campanha nas eleições de novembro prometendo manter a antiga aliança intacta por vários anos.

O partido do Centro Maoísta de Prachanda conquistou 32 assentos na Câmara dos Representantes de 275 membros. A UML tem 78 assentos, e o restante, necessário para a maioria de 138, será controlado por grupos menores.

O partido do Congresso nepalês será a principal oposição controlando 89 assentos.

Analistas disseram que é improvável que Prachanda forneça estabilidade ao país devido a muitos parceiros de coalizão. Ele também enfrenta sérios desafios econômicos.

A inflação é superior a 8%, a maior em seis anos. O Nepal, que fica entre a China e a Índia, também enfrenta reservas cambiais cada vez menores, com uma crescente dependência de importações de produtos básicos.

“É improvável que a economia cresça, já que a instabilidade política vai assustar investimentos e negócios”, disse o ex-presidente do banco central Deependra Bahadur Kshetri à Reuters.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

em-mensagem-de-natal,-papa-menciona-3a-guerra-mundial-e-faz-apelo-para-‘silenciar-armas’-na-ucrania

G1 Mundo

Em mensagem de Natal, papa menciona 3ª Guerra Mundial e faz apelo para ‘silenciar armas’ na Ucrânia

"Que nosso olhar seja preenchido com os rostos dos nossos irmãos e irmãs ucranianos, que vivem este Natal no escuro, no frio ou longe de suas casas, por causa das destruições provocadas por dez meses de guerra", declarou o papa argentino diante de 70 mil fiéis reunidos na praça de São Pedro, no Vaticano. Na multidão, muitas pessoas carregavam bandeiras ucranianas. "Que o Senhor nos prepare para fazer gestos concretos de solidariedade […]

today25 de dezembro de 2022 14

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%