G1 Mundo

Governo de Maduro exige desbloqueio de dinheiro no exterior para dialogar com a oposição

today18 de janeiro de 2023 4

Fundo
share close

Representantes do governo chavista (liderado por Nicolás Maduro) e de membros da oposição venezuelana estão no México nesta terça-feira (17) para tentar chegar a um acordo.

O chavismo exige o fim das sanções financeiras impostas com maior rigor pelos Estados Unidos, que não reconhece a reeleição de Maduro em 2018. Por sua vez, a oposição pede um cronograma para as eleições presidenciais previstas para 2024, com garantias e a suspensão das inabilitações de possíveis candidatos.

Rodríguez afirmou que houve uma reunião anterior, na qual a liberação do dinheiro já havia sido discutida e decidida.



Cartazes eleitorais promovendo a candidata da oposição ao conselho municipal Luisana Uzcategui desfiguram cartazes da candidata governamental Miranda Hector Rodriguez, em Caracas, capital da Venezuela, em 19 de novembro de 2021 — Foto: Ariana Cubillos/AP

Rodríguez é o presidente do Parlamento de maioria governista. As palavras dele foram as seguintes: “Se não for cumprida a devolução ao povo da Venezuela dos US$ 3,2 bilhões que foram roubados, que haviam sequestrado e que havíamos acordado que seriam devolvidos, pois não há nenhuma razão para continuar um diálogo com gente sem palavra”.

Na última reunião no México, no fim de 2022, as partes concordaram com a liberação desses valores, parte dos fundos bloqueados pelas sanções internacionais contra Maduro, que serão manejados pela ONU para financiar projetos sociais.

“Esperamos esse depósito para seguir com as conversas, para que tenham validade”, disse Maduro na semana passada em sua mensagem anual no Parlamento.

Até agora, não há notícias sobre a mobilização do dinheiro. O Escritório de Controle de Ativos Financeiros (OFAC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos não respondeu a um pedido de comentário da AFP.

A advertência de Rodríguez acontece dias depois da eliminação do simbólico governo interino liderado por Juan Guaidó desde 2019, em meio a fissuras profundas dentro da oposição.

Sobre a decisão de acabar com a interinidade de Guaidó, Leopoldo López, que integra a ala mais radical da oposição venezuelana, acusou delegados da oposição nas negociações no México de atuarem em favor dos interesses do governo chavista.

Os diálogos no México foram retomados em novembro de 2022, após 15 meses de suspensão devido à extradição aos Estados Unidos do empresário Alex Saab, acusado de lavagem de dinheiro e apontado como “laranja” de Maduro.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

greta-thunberg-e-detida-em-protesto-na-alemanha;-veja-video

G1 Mundo

Greta Thunberg é detida em protesto na Alemanha; veja vídeo

Ativista foi liberada após verificação de identidade. Ela foi detida com outros manifestantes ao protestar contra demolição de vila em área de mina de carvão. Resumo Greta estava com outros manifestantes protestando contra a demolição de uma vila para expansão de uma mina de carvão. As atividades de mineração têm como objetivo atender à demanda energética após a crise provocada pela invasão na Ucrânia. Por outro lado, ativistas argumentam que […]

today18 de janeiro de 2023 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%