G1 Mundo

Governo dos EUA diz que Coreia do Norte forneceu mísseis à Rússia para ataques na Ucrânia

today4 de janeiro de 2024 10

Fundo
share close

Os americanos afirmaram o governo da Coreia do Norte está dando cada vez mais apoio para a invasão da Ucrânia pela Rússia.

“Nossa informação indica que a Coreia do Norte proporcionou recentemente à Rússia sistemas de lançamento de mísseis balísticos e vários mísseis balísticos”, alguns dos quais foram usados posteriormente, em 30 de dezembro e novamente em 2 de janeiro, para realizar ataques contra a Ucrânia, informou o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional americano, John Kirby.

Rússia intensificou ataques



A Rússia intensificou os bombardeios nos últimos dias. Segundo especialistas, os russos buscam sufocar a população e desgastar as defesas antiaéreas da Ucrânia, que voltou a pedir mais armas a seus aliados ocidentais.

Segundo o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, a Rússia disparou cerca de 300 mísseis e 200 drones explosivos Shahed em dois ataques, em 29 de dezembro e na madrugada de 1º para 2 de janeiro, que causaram a morte de cerca de 50 pessoas.

Essa campanha, em pleno inverno, afetou instalações civis essenciais e áreas residenciais, segundo o governo da Ucrânia. O governo russo, no entanto disse que só atacou alvos militares.

Segundo Mick Ryan, pesquisador associado do Center for Strategic and International Studies (CSIS), um dos primeiros objetivos do governo russo é “pôr à prova” a defesa antiaérea ucraniana, que aumentou sua potência graças ao sistema Patriot americano e a seu equivalente franco-italiano, SAMP/T MAMBA.

A Rússia tem a esperança de que “a Ucrânia fique sem interceptores antes de que a Rússia fique sem mísseis e drones”, disse Ryan, um general australiano reformado, na rede social X.

O govenro russo mobilizou sua economia para a guerra, e os países ocidentais demoram para administrar a quantidade necessária de mísseis antiaéreos terra-ar para a Ucrânia, muito mais complexos e custosos de fabricar que alguns drones construídos em parte com equipamentos civis.

Segundo o Ministério da Defesa britânico, o objetivo principal dos ataques russos é a indústria de defesa que Kiev está tentando fortalecer frente à escassez de entregas de armas ocidentais.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

justica-da-argentina-toma-2a-decisao-para-suspender-reforma-trabalhista-de-milei

G1 Mundo

Justiça da Argentina toma 2ª decisão para suspender reforma trabalhista de Milei

Na quarta-feira a Justiça do Trabalho já tinha suspendido a reforma com uma primeira medida cautelar. As duas decisões foram tomadas pelos mesmos juízes, mas elas se originaram de ações distintas, cada uma protocolada por uma central sindical diferente. A decisão mais recente determina que é preciso dar uma ordem liminar até que haja uma decisão definitiva do caso porque há um grande risco de conflito social e a possibilidade […]

today4 de janeiro de 2024 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%