G1 Santos

Ícone de Santos, Café Carioca completa 84 anos com muitas histórias, clientes famosos e tradicional pastel; conheça

today10 de novembro de 2023 1

Fundo
share close

Em 1939, Manoel de Paiva Fernandes abriu o Café e Bar Carioca na rua Dom Pedro II, no Centro de Santos. No manuscrito, o fundador conta que o aluguel era caro e estava acontecendo a 2ª Guerra Mundial.

“A esquina da Praça Mauá com a Rua Dom Pedro II, estava ocupada com a Telefônica a qual desocupou em setembro de 1940. O proprietário, Sr. Manoel Fernandes Vieira, me escreveu uma carta me oferecendo a loja caso eu quisesse mudar para lá”.

Em novembro de 1940, o Bar Carioca foi para a esquina da Praça Mauá, onde está até hoje. O local chegou a ser vendido, administrado por três sócios e, depois, por quatro. Na década de 70, dois saíram e outros dois entraram na sociedade. Atualmente, o comando do Café Carioca é dividido entre José Rodrigues Fernandes, Marcos Gregório Rodrigues, Serafim de Almeida Rato e Arlindo Quaresma.



Café Carioca ao longo das décadas, sempre se manteve na esquina da Praça Mauá, em Santos — Foto: Arquivo/Café Carioca

Ao longo dos anos, a casa virou um verdadeiro ponto de encontro da sociedade santista. O ambiente típico de boteco, o bom atendimento e a união do tradicional café com um delicioso pastel começaram a atrair cada vez mais o público. Seja para o primeiro cafezinho do dia, um lanche rápido com os filhos, um papo de negócios ou um happy hour com os amigos, o Carioca era a certeza de ter um bom atendimento e comer bem.

O local acompanhou de perto a história política e cultural do centro de Santos. Vereadores e prefeitos se reuniam nas mesinhas para discutir ideias e tomar decisões. O comércio sempre acompanhava o carnaval e as datas festivas na cidade, com boa música, petiscos e chopp.

Prefeitos e vereadores de Santos reunidos no Café Carioca — Foto: Arquivo/Café Carioca

Políticos, jornalistas e artistas de todo o país, quando vinham a Santos, faziam questão de provar os petiscos do Carioca. Getúlio Vargas, Jânio Quadros, Eurico Gaspar Dutra, João Goulart, Lula e o santista Mário Covas já estiveram no local. Covas, inclusive, não dispensava os pastéis quando estava na cidade.

Nuno Leal Maia, Luis Américo, Ary Toledo, o cantor Frank Aguiar e a atleta Hortência também já foram conferir as delícias do lugar quando estiveram em Santos.

Prefeitos, artistas e jornalistas, que passaram por Santos, conheceram o Café Carioca — Foto: Arquivo/Café Carioca

Por trás do balcão, os funcionários colecionam memórias de anos dedicados a atender bem os clientes. José Felipe de Brito, mais conhecido como ‘Cocada’, veio de Sergipe. Ele começou na limpeza do bar, hoje atua servindo o tradicional cafezinho da casa.

Sorridente, Jose Givaldo dos Santos espalha alegria. Gil, como é conhecido, estava passeando em Santos e arranjou emprego no Carioca. Ele nunca mais voltou para Sergipe. Ele já decorou o pastel favorito de alguns clientes, afinal, ficou nessa função por anos. Hoje, ele gosta de dizer que prepara o melhor cappuccino que existe na cidade.

No salão, a gente sempre encontra o Genivaldo Francisco, com mais de 28 anos de Carioca. Para lá e para cá, ele corre para atender a clientela, ávida por um pastel fresquinho.

Cocada e a tradicional máquina de café, que foi criada especialmente para o Café Carioca, em Santos — Foto: Mariane Rossi/g1

Ambiente e cardápio tradicional

A casa mantém as caracteristicas há anos. O mesmo logo bordado nos uniformes. Os azulejos na parede, as xícaras personalizadas e as toalhas xadrez. As mesas de madeira e o balcão antigo, mas cheio de imponência. Por fim, um dos itens mais emblemáticos da década de 60, o painel de madeira conservado e que exibe o cardápio da casa.

O tradicional menu do Carioca é de dar água na boca. No almoço, é servida uma comida caseira. Porém, quem está acostumado com os lanches da casa não troca a pedido.

Café Carioca, no Centro de Santos, mantém a tradição do ambiente de boteco — Foto: Mariane Rossi/g1

Há aqueles que adoram os lanches suculentos, como o sanduiche de pernil e o de rosbife. O recheio é generoso. As empadinhas são únicas, com massa amanteigada, que derrete na boca, e a combinação exclusiva de camarão, palmito e azeitona preta.

Seja coado ou expresso, um bom cafezinho preto não pode faltar. Uma das máquinas que existe no Café Carioca foi feita especialmente para o local, com três torneiras onde saem um leve e saboroso café coado, fresquinho para o cliente. Quem curte expresso, cappuccino ou pingado, também está garantido.

E, nem só de café se vive o local. Nos dias mais quentes, o chopp, o suco de laranja natural ou um chá gelado da casa com limão fazem muito sucesso.

Sanduiche de rosbife do Café Carioca, em Santos, no litoral de São Paulo — Foto: Mariane Rossi/g1

O pastel do Carioca ocupa o primeiro lugar na preferência da clientela. Os recheios mais pedidos são o de carne e queijo. Há também outros que agradam muito o publico como o de camarão, de palmito e o de carne seca. O sucesso é tão grande que muitos clientes já levaram os pasteizinhos para outras cidades, como Curitiba, Rio de Janeiro e Recife.

No último ano, novos sabores entraram no cardápio e estão disputando o gosto do público. O pastel de bacalhau combina as postas do peixe regadas no azeite de oliva, com um toque cebola picadinha, salsinha e azeitona azapa. O marguerita e o portuguesa são os novatos, que já estão se tornando os queridinhos de alguns clientes.

Famoso pastel do Café Carioca, em Santos, no litoral de São Paulo — Foto: Mariane Rossi/g1

O g1 foi até a cozinha conferir como é preparados os famosos pastéis. Quem nos recebeu foi o chef de cozinha Guilherme Riccieri, que está na casa há seis meses, mas já conquistou a experiente equipe do local (confira os detalhes no vídeo no início da reportagem).

Ele conta que a receita do pastel foi criada por um dos primeiros cozinheiros do Carioca e conquistou o paladar dos clientes. A massa, segundo ele, é mais grossa que as dos pastéis de feira, o que garante a crocância. Por isso, o mesmo modo de preparo é mantido há anos.

A massa do pastel começa a ser feita logo cedo, por volta das 6h, e tem os segredos que não são revelados. Depois, ela é refrigerada. Seo Domingos, com uma imensa habilidade de quem faz isso há anos, coloca todo o preparo em um cilindro e abre delicadamente. A massa fica esticada e lisinha na banca.

Em seguida, com uma colher, ele deposita o recheio. Corta com a massa para que cada pastel tenha a mesma medida. Dobre e une as pontas. Por fim, corta novamente cada bordinha. Dali, eles vão para a grande fritadeira, que cabe até 30 pastéis de uma vez só. Quando prontos, vão para a vitrine. Lá, eles permanecem por apenas alguns minutos até virar o desejo de mais um cliente.

José Givaldo veio de Sergipe e por muitos anos serviu os famosos pastéis do Café Carioca — Foto: Mariane Rossi/g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

guaruja-realiza-mutirao-ecosaude-e-drive-thru-de-lixo-eletronico

Prefeitura de Guarujá

Guarujá realiza Mutirão EcoSaúde e drive-thru de lixo eletrônico

Evento acontece neste sábado (11), das 8 às 17 horas, com diversos serviços Guarujá recebe o 1º Mutirão EcoSaúde, com serviços de saúde gratuitos e campanha de arrecadação de eletroeletrônicos e eletrodomésticos (drive-thru de lixo eletrônico). A ação acontece neste sábado (11), das 8 às 17 horas, na Universidade do Oeste Paulista (Unoeste) – Campus Guarujá (Rua Albertino Pedro, 75 – Enseada). A iniciativa é realizada pela Unoeste, em parceria […]

today10 de novembro de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%