G1 Mundo

Maduro anuncia retorno de escritório de Direitos Humanos da ONU à Venezuela

today24 de abril de 2024 2

Fundo
share close

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nesta terça-feira (23) que o Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos vai retornar ao país —o órgão havia sido expulso em fevereiro, após expressar preocupação com a prisão de uma ativista.

Maduro fez o anúncio ao lado do procurador do Tribunal Penal Internacional (TPI), Karim Khan, que investiga a Venezuela por possíveis crimes contra a humanidade.

Maduro apareceu com Khan no palácio presidencial de Miraflores, em Caracas, e disse que recebeu a proposta de convidar o escritório do alto comissário para os direitos humanos da ONU para ser reaberto e chamou o alto comissário, Volker Türk, para ir ao país. “Vamos superar as diferenças, o conflito que tivemos”, disse o presidente.



Khan, que abriu nesta terça-feira um escritório da procuradoria do TPI em Caracas, afirmou estar “muito grato” a Maduro por ter “expressado às minhas instâncias seu compromisso de permitir que o escritório do Alto Comissariado da ONU retorne à Venezuela“.

Em fevereiro, o alto comissariado expressou “profunda preocupação” com a detenção de Rocío San Miguel, uma especialista em assuntos militares, acusada de terrorismo por seus supostos vínculos com um plano para assassinar Maduro.

O governo condenou a reação e acusou na época o escritório de “se tornar a firma de advocacia particular do grupo de golpistas e terroristas”.

Veja abaixo uma reportagem da época da expulsão.

Maduro expulsa da Venezuela funcionários do escritório de Direitos Humanos da ONU

Maduro expulsa da Venezuela funcionários do escritório de Direitos Humanos da ONU




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

na-maior-manifestacao-contra-o-governo-milei,-estudantes-argentinos-protestam-contra-cortes-nas-universidades

G1 Mundo

Na maior manifestação contra o governo Milei, estudantes argentinos protestam contra cortes nas universidades

Estudantes e representantes sindicais participaram da marcha, que teve público de pelo menos 500 mil pessoas, segundo a Universidade de Buenos Aires (UBA). Já o governo argentino informou que ao menos 150 mil manifestantes participaram do ato, que terminou sem incidentes. O protesto partiu do Congresso em direção à Plaza de Mayo às 15h30 (horário local, mesmo de Brasília). Um pouco antes, já havia concentrações em frente à Faculdade de […]

today24 de abril de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%