G1 Mundo

Netanyahu ganha o aval do Parlamento para levar Israel ao regime autoritário

today24 de março de 2023 14

Fundo
share close

Para quem tinha alguma dúvida de que Israel caminha para um regime autoritário, Benjamin Netanyahu foi bastante assertivo no discurso que fez à nação, após ser blindado pelo Parlamento dominado por sua coalizão de extrema direita: “Até hoje minhas mãos estavam atadas. Basta! A partir de agora, estarei envolvido e farei tudo ao meu alcance para chegar a uma solução, pelo bem de nosso povo e do nosso país.”

Traduzindo: antes da votação desta quinta-feira, ele estava sob a mira da procuradora-geral, Gali Baharav-Miara, e poderia ser considerado inapto para o cargo e destituído por conflito de interesses, já que é julgado por três diferentes processos na Justiça. Respaldado pelo Parlamento, Netanyahu agora se considera protegido pela aliança fundamentalista de religiosos e nacionalistas que construiu para dar aval à sua reforma judicial.

Sua solução, portanto, é seguir em frente. O primeiro-ministro ignora os protestos gigantescos que se alastram há 11 semanas pelo país e abrangem representantes de setores mais diversos da sociedade israelense, como juízes, militares reservistas e funcionários de empresas de tecnologia. Deixou claro que a reforma, que enfraquece o sistema judiciário em Israel, avança e deverá ser concluída antes do início da Páscoa judaica, no próximo dia 5.



O que vem a seguir é a concretização de uma crise constitucional, em que os poderes do Estado estão em conflito, algo sem precedentes nos 75 anos de Israel.

Nesta sexta-feira, a procuradora-geral Baharav-Miara escreveu a Netanyahu assegurando o caráter ilegal na atuação do premiê. “Qualquer ação tomada por você é ilegal e manchada por um conflito de interesses”, tachou a procuradora, referindo-se ao envolvimento pessoal do premiê para reformar o sistema judicial enquanto é julgado por corrupção.

Reeleito há menos de três meses, Netanyahu não recua e parece não se intimidar com a ferrenha oposição ao seu projeto de esvaziar o poder dos tribunais. Na ausência de uma Constituição formal em Israel, cabe à Suprema Corte a análise das 12 Leis Básicas que regem o país.

A reforma do governo encarrega o partido que está no poder da nomeação de juízes e permite ao Parlamento anular decisões da Suprema Corte por uma maioria simples de 61 votos. Desta forma, deixará para o Legislativo controlado por radicais religiosos e de direita a decisão final sobre leis que prejudicam direitos da minoria árabe, da imprensa e da comunidade LGBTQIA+.

Sem exageros, o projeto de Netanyahu é qualificado por opositores como um golpe: o governo rompe as barreiras que asseguram estado de direito e se alinha a outros regimes que atendem à nomenclatura de ditaduras.

Protestos se intensificam em Israel, depois de lei que beneficia Netanyahu

Protestos se intensificam em Israel, depois de lei que beneficia Netanyahu




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

homem-atropela-dezenas-de-pedestres-em-aeroporto-de-bonn,-na-alemanha,-diz-imprensa-local

G1 Mundo

Homem atropela dezenas de pedestres em aeroporto de Bonn, na Alemanha, diz imprensa local

Segundo polícia da área, criminoso invadiu entrada de aeroporto. Há várias pessoas feridas. Em imagem de arquivo, viajantes fazem fila ni aeroporto de de Colônia/ Bonn em Colônia, Alemanha, no dia 25 de julho de 2020 — Foto: AP Um homem atropelou dezenas de pessoas na porta do aeroporto de Colônia/ Bonn, na Alemanha, nesta sexta-feira (24), de acordo com a rede de TV alemã NTV. A polícia local afirmou […]

today24 de março de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%