G1 Mundo

Onda de violência no Equador: autoridades intensificam buscas e 11 reféns são libertados

today14 de janeiro de 2024 4

Fundo
share close

Agentes do exército e da polícia estão ampliando as revistas em casas, carros e comércio à procura de suspeitos. Há também forte concentração das forças de segurança em uma área próxima ao presídio.

Além de Guayaquil, novas operações ocorrem em outras cidades do país, incluindo a capital, Quito. De acordo com a polícia equatoriana, 11 funcionários penitenciários mantidos reféns na prisão de Esmeraldas foram libertados neste sábado. Mais de 150 guardas permanecem sequestrados.

Na noite desta sexta-feira (12), houve ainda o registro de seis fugas em outro presídio de Guayaquil. Segundo o jornal “El Universo”, a polícia informou logo em seguida ter recapturado dois deles.



Diante da escalada da violência armada na região, a vizinha Colômbia também intensificou a segurança na fronteira.

O país anunciou que investiga suspeitas de que o chefe da maior facção criminosa do Equador, conhecido como “Fito”, tenha entrado em território colombiano após a fuga no início da semana.

As quadrilhas ligadas ao narcotráfico estão no centro da crise de segurança enfrentada pelo Equador. A situação no país ganhou novas proporções na última terça-feira (9), após uma emissora de TV ser invadida por homens armados com revólveres e bombas.

Sequestros, invasão de TV e toque de recolher: entenda crise de segurança no Equador

Sequestros, invasão de TV e toque de recolher: entenda crise de segurança no Equador

A Embaixada do Brasil em Quito divulgou uma nota em que reforça recomendações do governo equatoriano.

A orientação, segundo as autoridades, é que os brasileiros no país evitem deslocamentos desnecessários (especialmente em estradas) e acompanhem as notícias dos canais oficiais de comunicação.

Forças armadas patrulham bairro de Quito após onda de violência. — Foto: Reuters

A representação do Brasil no Equador também orientou que os brasileiros entrem em contato com a Embaixada em Quito, enviem uma foto de um documento brasileiro e expliquem por qual razão estão no país — seja para turismo, estudos ou residência permanente.

“Com essas informações, faremos uma lista com a qual poderemos conhecer e contatar os cidadãos brasileiros que possam chegar a precisar da nossa ajuda, caso a situação no Equador se complique”, escreveu a Embaixada.

Ainda segundo a representação brasileira, os aeroportos continuam funcionando no Equador e as fronteiras com a Colômbia e o Peru permanecem abertas.

PF oferece ajuda ao Equador

Polícia Federal oferece ajuda ao Equador na área de inteligência e envio de agentes

Polícia Federal oferece ajuda ao Equador na área de inteligência e envio de agentes

A Polícia Federal do Brasil formalizou neste sábado a oferta de ajuda ao governo do Equador na área de inteligência.

Segundo o documento enviado à Ameripol (organização para cooperação internacional de polícias), foram ofertados aos equatorianos treinamento em investigações e ferramentas tecnológicas voltadas ao rastreio e apreensão de bens e recursos financeiros de quadrilhas.

O objetivo é descapitalizar esses criminosos para dificultar a atuação deles. No documento, o diretor-geral da PF oferece:

  • Criar uma representação da PF brasileira na capital Quito;
  • Envio imediato de agentes ao Equador;
  • Cursos de capacitação em investigação e inteligência;
  • Apoio pra identificar criminosos brasileiros que podem estar no Equador.

A Polícia Federal do Brasil também se colocou à disposição pra auxiliar em outros casos solicitados pelo governo local.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

seguranca-de-escolta-armada-morre-e-outro-fica-ferido-durante-ataque-de-criminosos-a-caminhao-no-litoral-de-sp

G1 Santos

Segurança de escolta armada morre e outro fica ferido durante ataque de criminosos a caminhão no litoral de SP

Um segurança morreu e outro ficou ferido após serem atacados por criminosos, neste sábado (13), em São Vicente, no litoral de São Paulo. Conforme apurado pelo g1, eles faziam a escolta armada a um caminhão que foi abordado pelos bandidos enquanto entregava alimentos em um mercado na cidade. Até a última atualização desta reportagem, ninguém havia sido preso. O caso aconteceu na Avenida Penedo, no bairro Catiapoã. Segundo a Secretaria […]

today13 de janeiro de 2024 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%