G1 Mundo

Oposição venezuelana elimina ‘governo interino’ de Juan Guaidó

today31 de dezembro de 2022 10

Fundo
share close

A oposição venezuelana eliminou, nesta sexta-feira (30), o “governo interino” de Juan Guaidó, reconhecido pelos Estados Unidos, após quatro anos de uma ofensiva frustrada para tentar depor o presidente socialista Nicolás Maduro.

Membros do Parlamento de maioria opositora eleito em 2015, cujo mandato venceu em 2021, decidiram pelo fim dessa figura a partir de 5 de janeiro, por 72 votos a 29 e oito abstenções.

Esse Legislativo defende a sua continuidade ao chamar de fraudulenta a vitória do chavismo nas eleições legislativas de 2020.



A iniciativa para encerrar o governo interino – que nunca pôde assumir o poder real, apesar do amplo apoio internacional e embora tenha recebido o controle de ativos venezuelanos bloqueados no exterior devido a sanções – foi promovida por três dos principais partidos políticos da oposição: Primeiro Justiça (PJ), Ação Democrática (AD) e Um Novo Tempo (UNT).

Foi a segunda de duas votações necessárias, em que a proposta exigia maioria simples. A primeira ocorreu na semana passada.

Integrante do partido Vontade Popular (VP), do líder exilado Leopoldo López, Guaidó havia pedido na véspera a manutenção da figura do governo interino “acima de nomes”, levantando a possibilidade de ser substituído por outro dirigente, proposta descartada hoje.

Alegando que a reeleição de Maduro em 2018 foi uma fraude, Guaidó se autoproclamou “presidente encarregado” em janeiro de 2019, em praça pública, com o apoio de meia centena de países.

O respaldo internacional, no entanto, foi diluído. Embora mantenha seu reconhecimento formal ao governo interino, os Estados Unidos enviaram delegados para se reunir com Maduro em meio à crise petroleira provocada pelas sanções contra a Rússia, e países latino-americanos como Brasil, Colômbia e Argentina deram uma guinada para a esquerda.

A oposição planeja eleições primárias para o próximo ano, visando às eleições presidenciais, previstas para 2024. Guaidó estaria entre os candidatos.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

cabeleireira-bate-a-cabeca-e-desloca-mandibula-ao-ser-atropelada-no-litoral-de-sp;-video

G1 Santos

Cabeleireira bate a cabeça e desloca mandíbula ao ser atropelada no litoral de SP; VÍDEO

Uma jovem de 23 anos bateu a cabeça e deslocou a mandíbula ao ser atropelada em Guarujá, no litoral de São Paulo. Em conversa com o g1 neste sábado (31), Cristiellen Hipólito Jorge contou que um motorista ultrapassou o semáforo no sinal vermelho, a atropelou e fugiu sem prestar socorro. A vítima, que estava de bicicleta, ressaltou que está "meio aérea e tonta", mas se recuperando. O atropelamento aconteceu no […]

today31 de dezembro de 2022 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%