G1 Santos

Ossada humana é encontrada durante buscas por PM sequestrado no litoral de SP

today23 de abril de 2024 2

Fundo
share close

A ossada foi encontrada na segunda-feira (22), na Vila Baiana. A comunidade fica a aproximadamente 5 km de distância do local em que o PM foi visto pela última vez. Conforme apurado pelo g1, perto dos restos mortais foram encontradas uma camiseta preta e um projétil de fuzil deflagrado.

Por mais que a roupa seja semelhante da que era usada pelo soldado da PM no dia do sequestro, uma fonte da Polícia Civil disse não acreditar que a ossada seja de Luca, pois, mesmo se tivesse sido morto no dia do desaparecimento, não seria possível o corpo chegar a tal estágio de decomposição. As investigações continuam.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) informou ao g1 que policiais civis foram acionados para atender ocorrência de encontro de cadáver na Rua Paraguai.



A Polícia Científica foi acionada para realizar a perícia no local onde a ossada foi achada. Análises serão feitas para identificar a vítima. O caso foi registrado no DP Sede de Guarujá.

PM Luca Romano Angerami foi filmado junto com um homem, ainda não identificado, na comunidade em Guarujá, SP — Foto: Reprodução

Na terça-feira (16), as polícias Civil e Militar receberam denúncias de que Luca havia sido morto e deixado na comunidade Pantanal, em Guarujá (SP). No local, os agentes encontraram um corpo em uma cova rasa e com roupas semelhantes às usadas pelo PM no dia em que ele sumiu. O cadáver estava em uma área de mata.

A Polícia Científica foi acionada e constatou que os restos mortais eram de outra pessoa, que ainda não identificada.

Durante as buscas por Luca, alguns policiais comentaram que seria deflagrada uma nova Operação Escudo, mas, até o momento, não há confirmação da ação especial, que é montada após atentados a policiais, na ativa ou não. A medida não foi descartada, porém a SSP-SP e PM confirmam apenas o reforço no número de agentes.

🔹Última Operação Escudo em 2023: Foi deflagrada na região após a morte do PM da Rota Patrick Bastos Reis, em julho do ano passado. Na ocasião, o agente foi baleado durante patrulhamento em Guarujá (SP). Nos 40 dias de ação, segundo divulgado pela SSP-SP, 28 suspeitos morreram em supostos confrontos com policiais e 958 pessoas foram presas.

🔹Operação Verão em 2024: foi estabelecida na Baixada Santista em dezembro de 2023. No entanto, com a morte do PM Samuel Wesley Cosmo, em 2 de fevereiro, o estado deflagrou a 2ª fase da ação com o reforço policial na região. A ação durou quatro meses e foi encerrada com 56 mortes de suspeitos em confrontos com a polícia. Segundo a SSP-SP, no total, 1.025 foram presos, sendo 438 deles procurados pela Justiça, além de 47 menores apreendidos.

Câmeras de monitoramento filmaram o PM Luca Romano Angerami, de 21 anos, sendo acompanhado por um homem antes de desaparecer. O vídeo foi registrado, segundo a Polícia Civil, próximo a uma ‘biqueira’, como são conhecidos os pontos tráfico de drogas.

As imagens, obtidas pela TV Tribuna, emissora afiliada à Globo, mostram quando Luca chega em uma rua na comunidade em um carro de cor prata. O veículo era semelhante ao automóvel dele, que foi encontrado abandonado na Rodovia Cônego Domênico Rangoni.

Após o carro ser manobrado na via, o PM saiu do veículo. Luca vestia uma camiseta preta e calça jeans – como as roupas que usava na adega. Ele também estava ‘acompanhado’ de perto pelo outro homem, que usava bermuda branca e uma camiseta vermelha. Os dois entram em uma rua e, em seguida, não são mais vistos.

Câmeras de adega mostram última imagens de PM antes de desaparecer no litoral de SP

Câmeras de adega mostram última imagens de PM antes de desaparecer no litoral de SP

Antes de ir à biqueira, o PM foi registrado pelas câmeras de monitoramento de uma adega na comunidade Santo Antônio. Nas imagens acima é possível ver Luca com um homem e uma mulher, enquanto tomava uma cerveja.

Um dos trechos mostra o jovem no caixa ao lado do mesmo homem. Ele faz um pagamento com o cartão e o rapaz que o acompanha pega o que parecem ser copos plásticos. Em seguida, os dois viram as costas e se afastam da fila.

Luca Romano dentro de adega em Guarujá (à esquerda) e suspeito de ter participado de crime contra ele (à direita) — Foto: Reprodução

Depois que Carlos Vinicius foi detido, a polícia identificou mais suspeitos envolvidos, com base no depoimento e mensagens.

Na sexta-feira (19), quatro foram presos. Cada um teria uma responsabilidade: um teria ficado com a arma de Luca; outro seria o dono da biqueira; um suspeito de abandonar o carro, e outro dirigido com o PM até a comunidade.

Carro encontrado com a chave

O carro do soldado da PM foi encontrado abandonado na Rodovia Cônego Domênico Rangoni, em Guarujá, na manhã de domingo (14). A PM informou à equipe de reportagem que a chave do veículo estava em cima do porta-malas.

PM desaparece e carro dele é encontrado abandonado em rodovia de Guarujá (SP) — Foto: Reprodução e Matheus Croce/TV Tribuna

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

garcom-seguido-por-funcionarios-de-loja-e-acusado-de-furto-diz-ter-sofrido-racismo:-‘apertaram-o-meu-braco’;-video

G1 Santos

Garçom seguido por funcionários de loja e acusado de furto diz ter sofrido racismo: ‘apertaram o meu braço’; VÍDEO

Um garçom, de 26 anos, foi acusado por funcionários de uma loja em Peruíbe, no litoral de São Paulo, de ter furtado uma mochila que ele havia comprado no mesmo comércio um mês antes do ocorrido. Ao g1, nesta terça-feira (23), o jovem contou ter sido julgado pela aparência, ter sofrido racismo e que acionou a empresa na Justiça. O jovem, que prefere não se identificar, contou ter ido ao […]

today23 de abril de 2024 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%