G1 Mundo

Secretário dos EUA se reunirá com Lula na próxima semana, informa governo americano

today16 de fevereiro de 2024 3

Fundo
share close

De acordo com o comunicado do governo americano, na primeira visita ao Brasil como secretário de Estado, Blinken discutirá questões bilaterais e globais com Lula.

O secretário deve enfatizar o apoio dos EUA à presidência do G20 do Brasil e à parceria entre os dois países nas áreas de direitos trabalhistas e transição energética.

Blinken, que é um dos principais auxiliares do presidente Joe Biden, também irá à Argentina após compromissos em Brasília e no Rio de Janeiro. Na Argentina, ele terá reunião com o presidente Javier Milei.



O secretário, que responde pela diplomacia americana, tem previsão de chegar na terça-feira (20) a Brasília e seguir na quarta (21) para Rio de Janeiro, onde para participará de uma reunião do G20, grupo que reúne as 19 economias mais desenvolvidas do planeta, mais União Europeia e União Africana. O Brasil preside o G20 neste ano.

A visita do secretário também ocorre no contexto dos 200 anos das relações diplomáticas entre Brasil e EUA, completados neste ano de 2024.

Como secretário de Estado, Blinken tem participado das negociações entre países na tentativa de encerrar a guerra entre Israel e Hamas.

Lula tem repetido sua posição sobre o conflito. O presidente condena o ato terrorista do Hamas, porém também critica a ofensiva militar israelense na Faixa de Gaza, considerada exagerada pelo petista.

Lula foi duas vezes em 2023 aos Estados Unidos, em fevereiro e setembro. Em ambas, teve encontros com Biden, que ainda não veio ao Brasil durante seu mandato.

Blinken diz que ainda há espaço para acordo de cessar-fogo em Gaza

Blinken diz que ainda há espaço para acordo de cessar-fogo em Gaza

Blinken, que fez carreira como diplomata, é um dos nomes de confiança de Biden e ocupa o cargo de Secretário de Estado, equivalente no Brasil ao de ministro das Relações Exteriores.

Como o país tem forte presença internacional, esse posto é considerado o terceiro mais importante nos EUA, depois da presidência e da vice-presidência.

Blinken foi assessor de Bill Clinton, conheceu Joe Biden quando o atual presidente era senador e trabalhou como secretário-executivo de John Kerry quando esse estava à frente da Secretaria de Estado, no governo de Barack Obama.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

‘nao-se-enganem,-putin-e-o-responsavel-pela-morte-de-navalny’,-diz-joe-biden

G1 Mundo

‘Não se enganem, Putin é o responsável pela morte de Navalny’, diz Joe Biden

A causa da morte não foi divulgada. O governo russo disse não ter nenhuma informação a respeito. A mulher de Navalny, Yulia Navalnaya, disse não acreditar totalmente na morte do marido. "Não podemos confiar em Putin e no seu governo. Eles sempre mentem. Mas se isso for verdade, quero que Putin, toda a sua comitiva, os amigos de Putin, seu governo saibam que eles serão responsabilizados pelo que fizeram ao […]

today16 de fevereiro de 2024 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%