G1 Mundo

Sem consenso, países da Celac assinam declaração que pede cessar-fogo na Faixa de Gaza

today2 de março de 2024 6

Fundo
share close

Parte da Cúpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac) assinou, na sexta-feira (1), uma declaração de apoio à resolução da ONU que pede um cessar-fogo humanitário imediato na Faixa de Gaza. O encontro foi realizado em Kingstown, em São Vicente e Granadinas.

Sem consenso, ao todo, 24 dos 33 países participantes foram favoráveis à declaração. Entre eles estão o Brasil, Colômbia, Cuba, Venezuela, México, Honduras e Nicarágua, além de países caribenhos.

O grupo ainda apoiou os casos apresentados perante a Corte Internacional de Justiça (CIJ) para determinar se as ações de Israel violam as regras internacionais e constituem genocídio.



Outra declaração endossada pelos países diz respeito à política externa feminista da América Latina e do Caribe. Este texto foi assinado pelo Brasil, Bolívia, Chile, Colômbia, México, Equador e República Dominicana.

“A declaração reitera o compromisso dos países signatários com a paridade e a igualdade de gênero, bem como com o fortalecimento do acesso pleno e igualitário das mulheres a posições de liderança e a processos de tomada de decisão na América Latina e no Caribe”, afirmou o Itamaraty em nota.

Ao fim da cúpula, foi assinada a declaração principal, que trata de temas considerados importantes para a região, como integração regional e relações com parceiros de outras regiões, como China e União Europeia.

A Cúpula também divulgou declarações sobre diferentes assuntos tidos como tradicionais, como a questão das Malvinas – apoiando a Argentina -, e outra contrária ao bloqueio econômico financeiro e comercial a Cuba.

O próximo ciclo da Celac será presidido por Honduras, que assumiu a presidência “pro tempore” do bloco.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

conselho-de-seguranca-da-onu-marca-para-segunda-feira-reuniao-sobre-oriente-medio

G1 Mundo

Conselho de Segurança da ONU marca para segunda-feira reunião sobre Oriente Médio

Na última quinta-feira (29), em meio à guerra entre o governo de Israel e o grupo terrorista Hamas, mais de 100 pessoas morreram e outras 750 ficaram feridas durante a entrega de ajuda humanitária escoltada pelas Forças de Defesa de Israel (FDI). Ao todo, cerca de 30 mil pessoas já morreram desde o início do conflito, em outubro do ano passado. As imagens do tumulto da última quinta circularam o […]

today2 de março de 2024 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%