G1 Mundo

Taiwan diz que patrulhas de combate da China sobrevoaram perto da ilha; dirigentes da China e dos EUA se encontram

today26 de janeiro de 2024 3

Fundo
share close

O Ministério de Defesa de Taiwan afirmou que detectou a presença de 23 aeronaves de combate da China sobrevoando perto da ilha de Taiwan nesta sexta-feira (26). De acordo com o ministério, as aeronaves estavam fazendo patrulhas em conjunto, como se estivessem em prontidão para combate.

Representantes de governo da China e dos Estados Unidos têm um encontro marcado na Tailândia nos próximos dias.

A China considera que Taiwan é parte do território chinês e diz que tem a soberania da ilha. Nos últimos quatro anos, é comum que a China envie aeronaves e navios de guerra para regiões próximas de Taiwan.



O ministro de Defesa de Taiwan disse que entre as aeronaves havia:

Das 23 aeronaves, 13 atravessaram a linha de divisão entre China e Taiwan no Estreito de Taiwan. A linha é uma barreira não oficial entre os dois, mas os chineses não reconhecem a existência da divisão e frequentemente a ultrapassam.

Taiwan enviou suas próprias forças para monitorar a situação.

Foto feita de um navio americano mostra uma embarcação chinesa perto de Taiwan — Foto: Reuters

Jake Sullivan, assessor de Segurança Nacional dos EUA, e Wang Yi, Ministro das Relações Exteriores da China, vão se encontrar na Tailândia para conversas sobre questões militares e sobre como conter a produção de fentanil, um opioide cujo consumo tem crescido.

Os EUA têm uma política de ambiguidade estratégica em relação a Taiwan. Os americanos não reconhecem oficialmente a existência do governo de Taiwan, mas dão apoio à ilha de diversas formas.

O Ministério das Relações Exteriores da China já afirmou que Taiwan vai um tema de discussão no encontro com dirigentes de governo dos EUA na Tailândia.

No início deste mês, Lai Ching-te, do Partido Democrático Progressista, foi eleito presidente de Taiwan. Para a China, Lai é um separatista. Ele tentou marcar um encontro com autoridades chinesas, mas o governo chinês não o recebeu.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

como-foram-os-ultimos-momentos-do-prisioneiro-executado-com-nitrogenio-nos-eua,-segundo-pastor

G1 Mundo

Como foram os últimos momentos do prisioneiro executado com nitrogênio nos EUA, segundo pastor

Jeff Hood, que é pastor evangélico e acompanhou Smith durante a execução, contradisse a afirmação do governo do Alabama, que afirmou que o condenado perderia a consciência em segundos. Para a execução, uma máscara foi colocara no rosto de Smith, fazendo com que ele inalasse gás nitrogênio puro, o que resultou em uma morte por falta de oxigênio. "O que vimos foram minutos de alguém lutando pela vida, contorcendo-se para […]

today26 de janeiro de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%