G1 Mundo

Todos os funcionários carcerários feitos reféns no Equador foram libertados, afirma autoridade local

today14 de janeiro de 2024 8

Fundo
share close

País vive uma crise de segurança após a fuga do chefe da maior quadrilha criminosa de um presídio.


Policiais fazem linha de bloqueio em Huaquillas, no Equador, perto da fronteira com o Peru, no dia 10 de janeiro de 2024 — Foto: Ralph Zapata/Reuters



Todos os funcionários carcerários que haviam sido feitos reféns por presos no Equador foram libertados na noite deste sábado (13), informou a autoridade que administra as prisões no país (Snai).

Mais de 170 pessoas, entre agentes penitenciários e servidores da área administrativa, foram feitas reféns, de acordo com os balanços que foram divulgados aos poucos pelo órgão.

Os servidores libertados foram encaminhados para avaliação médica, e o Snai disse que vai iniciar as investigações pertinentes para apurar as causas e os responsáveis pelos acontecimentos nas prisões.

As libertações foram possíveis com os protocolos de segurança e trabalho conjunto com a Polícia Nacional e as Forças Armadas, diz a nota divulgada pelo órgão.

Com o rosto coberto, homem armado mantém funcionários da televisão estatal TC como reféns no Equador — Foto: TC Televisión via AP

Infográfico mostra onde fica o Equador — Foto: g1

E, diante da escalada da violência armada na região, a vizinha Colômbia também reforçou a segurança na fronteira.

O país anunciou que investiga suspeitas de que “Fito” tenha entrado em território colombiano após a fuga no início da semana.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

o-que-aconteceu-nos-paises-da-america-latina-que-militarizaram-combate-ao-narcotrafico-como-o-equador

G1 Mundo

O que aconteceu nos países da América Latina que militarizaram combate ao narcotráfico como o Equador

Dessa forma, ele manifestou apoio ao poder concedido pelo governo local aos milhares de militares destacados durante dias no país, onde a grande escalada de violência levou o presidente, Daniel Noboa, a declarar estado de conflito armado interno e ordenar às Forças Armadas "neutralizar" grupos ligados ao tráfico de drogas e ao crime organizado. Na quinta-feira (11/1), a Assembleia Nacional apoiou por unanimidade essa intervenção, que havia sido proposta pelo […]

today14 de janeiro de 2024 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%