G1 Mundo

12 ‘bruxos’ condenados há quase quatro séculos são absolvidos nos EUA

today27 de maio de 2023 8

Fundo
share close

Nova York, 27 Mai 2023 (AFP) – O estado americano de Connecticut, no nordeste dos Estados Unidos, absolveu 12 pessoas condenadas por bruxaria há quase 400 anos, durante a época colonial, anunciou um grupo que fez uma campanha vitoriosa para limpar seus nomes.

A associação CT Witch Trial Exoneration Project — que inclui descendentes de alguns executados — disse estar “extasiada, satisfeita e grata” pela decisão dos senadores da região da Nova Inglaterra, que apoiaram a medida por 33 votos a um.

Onze acusados — nove mulheres e dois homens — foram enforcados após julgamentos naquele estado ocorridos em meados do século XVII. Outro recebeu um indulto.



Os legisladores da Nova Inglaterra aprovaram nesta quinta-feira uma resolução que proclama a inocência destas pessoas e denuncia as sentenças proferidas contra as nove mulheres e os dois homens, que consideraram um “erro judicial”.

Eles apontaram que a decisão coincidiu com a véspera do 376º aniversário do primeiro enforcamento de bruxas na Nova Inglaterra, o de Alice Young.

“Agradecemos aos descendentes, defensores, historiadores, legisladores de ambos os partidos e muitos outros que tornaram possível esta resolução oficial”, destacou a associação.

Centenas de pessoas, predominantemente mulheres, foram acusadas de bruxaria na Nova Inglaterra no século XVII, principalmente em Salem, Massachusetts, numa época em que aquela área era dominada por medo, paranoia e superstição. Dezenas delas foram executadas.

Os julgamentos de bruxos de Connecticut ocorreram entre 1647 e 1663 e terminaram cerca de 30 anos antes dos famosos julgamentos das bruxas de Salem. Trinta e quatro pessoas foram acusadas de bruxaria em Connecticut, segundo o projeto CT.

O grupo acrescentou que “continuará defendendo a educação histórica e a lembrança das vítimas dos julgamentos por bruxaria”.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

influencer-morre-apos-live-em-que-ingere-garrafas-de-bebida-alcoolica

G1 Mundo

Influencer morre após live em que ingere garrafas de bebida alcoólica

Ele cumpria um castigo após perder um desafio na disputa com outros influenciadores. Influencer morre após live em que ingere garrafas de bebida alcoólica — Foto: Reprodução/ Redes sociais Um influencer chinês de 34 anos conhecido como "Sanqian" ou “Irmão Três Mil” morreu após fazer uma live na versão chinesa do TikTok em que ingeriu várias garrafas de Baijiu uma bebida com teor alcoólico entre 35% e 60%, de acordo […]

today27 de maio de 2023 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%