G1 Mundo

71 aeronaves militares chinesas cruzam linha mediana do Estreito de Taiwan

today8 de abril de 2023 11

Fundo
share close

O Ministério da Defesa de Taiwan disse, neste sábado (8), que 71 aeronaves militares chinesas cruzaram a linha mediana do Estreito de Taiwan. A linha é considerada, informalmente, como limite territorial entre os dois lados.

Foram registradas as presenças de caças e bombardeiros. No mar, nove navios militares chineses foram avistados. Veja abaixo o registro de uma das embarcações:



Navio militar da China é visto em águas próximas a Taiwan

Navio militar da China é visto em águas próximas a Taiwan

As atividades fazem parte de uma série de exercícios militares anunciados por Pequim após a visita da presidente taiwanesa Tsai Ing-wen ao presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, o republicano Kevin McCarthy.

O comunicado do governo taiwanês sobre as movimentações militares diz que os chineses estão utilizando a visita de Tsai a McCarthy como “uma desculpa para realizar exercícios militares, o que prejudicou a estabilidade, a segurança e a paz na região”.

O texto também afirma que “os militares [de Taiwan] vão responder com atitude calma, racional e séria, e continuarão na guarda e monitoramento, seguindo os princípios de não escalar conflitos ou disputas” para manter a soberania e segurança nacionais.

O Exército de Libertação Popular da China anunciou que fará os exercícios militares deste sábado até a próxima segunda-feira (10), como forma de se preparar para o combate com o Estreito de Taiwan, nas partes norte e sul da ilha e no espaço aéreo a leste da ilha.

Por que o encontro com a presidente de Taiwan é controverso?

A China considera a ilha de Taiwan como uma província rebelde que faz parte do território chinês e diz que está disposta a retomá-la até mesmo pela força, se necessário.

Sob o princípio de “uma só China”, o governo da China não permite que nenhum país tenha relações diplomáticas com ela e com Taiwan ao mesmo tempo. Apenas 13 países no mundo reconhecem a soberania de Taiwan.

O governo dos EUA há muito tempo mantém uma “ambiguidade estratégica” sobre o assunto, uma doutrina que visa dissuadir a China de invadir Taiwan e impedir que os líderes da ilha provoquem Pequim com uma declaração de independência.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

picasso:-meio-seculo-sem-o-artista-genial,-revolucionario-e-engajado

G1 Mundo

Picasso: meio século sem o artista genial, revolucionário e engajado

Em 1990, seu quadro “Os Últimos Momentos” é escolhido para representar a Espanha na Exposição Mundial em Paris. Aos 19 anos, a capital francesa é o sonho do jovem pintor. Ele se instala no mítico bairro de Montmartre, efervescente refúgio de artistas e boêmios. O trabalho de Picasso é dividido por períodos. Como o azul, de 1901 a 1904, quando, impactado pelo suicídio de um amigo, Carlos Casagemas, ele mergulha […]

today8 de abril de 2023 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%