G1 Mundo

‘Acabou’: a revolta de jogadoras de futebol contra presidente da federação espanhola após beijo forçado em atleta

today26 de agosto de 2023 23

Fundo
share close

A jogadora de futebol espanhola Alexia Putellas escreveu depois de ouvir nesta sexta-feira (25/08) o discurso do presidente da sua federação, Luis Rubiales, no qual ele se recusou categoricamente a se demitir por ter beijado na boca a camisa 11 da seleção, Jenni Hermoso.

Depois da mensagem de Alexia – que é muito próxima de sua companheira de equipe – na rede social X (anteriormente chamada de Twitter), outras pessoas começaram a se manifestar.

“Acabou”. “Acabou”. “Acabou”.



Colegas de Hermoso na seleção feminina campeã da Copa do Mundo realizada recentemente na Austrália e na Nova Zelândia, como a goleira Cata Coll, juntaram-se às vozes de repúdio.

“Que pena que 23 jogadoras de futebol não sejam as protagonistas… acabou! Com você até a morte @Jennihermoso”, disse a goleira.

“Acabou! (Estou) Com você @Jennihermoso 💪🏽”, tuitou a ex-capitã Virginia Torrecilla.

Sandra Paños, também ex-jogadora da seleção espanhola, disse algo semelhante: “Acabou. O que aconteceu esta manhã é inaceitável. estou com você @Jennihermoso”.

Em outubro do ano passado, 15 jogadoras da seleção espanhola renunciaram em uníssono, embora separadamente e com uma carta que repetia o mesmo texto em cada caso.

Naquela época, essas jogadoras queriam que seu técnico, Jorge Vilda, fosse demitido porque seu “estado emocional” as afetava “de forma significativa”.

Patri Guijarro, outra jogadora de futebol que deixou o time no grupo dos 15, disse: “Acabou. (Estou) Com você @Jennihermoso. É uma pena chegar a este ponto e acreditar que as reclamações de meses atrás eram reais”.

Esse grito virtual também foi acompanhado por atletas de outras nacionalidades, como a venezuelana Deyna Castellanosa: “Isso é inaceitável. Estou com você @jenniHermoso #seacabó”; e a norueguesa Ingrid Syrstad Engen, que joga no Barcelona: “Acabou. Estou com você, Jenni, e todas as minhas companheiras de equipe que levantaram suas vozes por muitos meses”.

A mesma reação teve a suíça Ana-Maria Crnogorčević, também do Barcelona. “Estou pirando… 🤮🤮🤮 acabou”, postou no X, e seguiu a mensagem com insultos.

A ex-jogadora de basquete Eli Pinedo, medalhista de bronze pela seleção espanhola nos Jogos Olímpicos de Londres 2012, disse que incidentes como esse servem para mostrar aos outros que as mulheres agora estabelecem limites em situações que consideram inadequadas.

“Enquanto isso, há algo muito bonito e importante em partes iguais: não estamos mais em silêncio, não devemos ficar em silêncio. Uma mensagem poderosa para as gerações futuras. Com você @Jennihermoso 💪🏻❤️ #SeAcabó #Guerreras #Todas,” ele escreveu.

Outras integrantes da equipe, como Aitana Bonmatí, Olga Carmona, Athenea del Castillo, Irene Paredes, Alba Redondo e Ona Batlle postaram mensagens de apoio a Hermoso no X após ouvir Rubiales.

A vice-diretora do veículo digital eldiario.es, María Ramírez, aproveitou a postagem de Torrecilla para dizer que “o #metoo espanhol se chama ‘acabou'”.

Recusa de Rubiales em se afastar

“É tão sério para que eu saia, tendo feito a melhor gestão do futebol espanhol? Bom, vou te dizer uma coisa: não vou renunciar. Não vou renunciar, não vou renunciar, “, disse Rubiales nesta sexta-feira em uma assembleia extraordinária da federação desportiva que preside.

“Não vou renunciar, não vou renunciar!”, insistiu.

Rubiales beijou Hermoso na boca no último domingo, na cerimônia de premiação da seleção espanhola após vencer a final da Copa do Mundo contra a Inglaterra por 1 a 0, o que foi interpretado por muitos como um comportamento impróprio do técnico.

Após a comemoração pública no estádio, Hermoso disse em transmissão ao vivo do vestiário que “não gostou” do beijo.

Nesta sexta-feira, porém, o dirigente insistiu que o beijo foi consensual.

“O beijo foi consentido. Jenni me levantou do chão e eu pedi um selinho, e ela disse que estava tudo bem”, disse ele.

Hermoso, no entanto, divulgou uma nota reafirmando que não houve consentimento para o beijo e que não tentou em momento algum levantar o dirigente do chão.

Rubiales também foi questionado por ter tocado seus órgãos genitais na comemoração da final.

Ele pediu desculpas por esse fato.

As reações de rejeição às palavras de Rubiales não demoraram, e o governo espanhol anunciou o início dos procedimentos necessários para suspendê-lo do cargo.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

espanha-suspendera-presidente-da-federacao-de-futebol-por-beijo-forcado;-‘e-o-nosso-me-too’,-diz-presidente-de-conselho

G1 Mundo

Espanha suspenderá presidente da Federação de Futebol por beijo forçado; ‘é o nosso me too’, diz presidente de conselho

O governo enviou um pedido ao Tribunal dos Esportes do país sobre a suspensão, solicitada pelo Conselho Superior de Esportes da Espanha - a Federação Espanhola de Futebol é subordinada ao Ministério dos Esportes. "Este é o 'Me too' do futebol da Espanha", disse o presidente do Conselho de Esportes, Víctor Francos, em referência ao movimento nascido nos Estados Unidos à raiz de denúncias de casos de assédio sexual no […]

today26 de agosto de 2023 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%