G1 Mundo

Acordos de Oslo completam 30 anos sem concretizar a paz prometida no Oriente Médio

today14 de setembro de 2023 3

Fundo
share close

Há trinta anos, os Acordos de Oslo foram celebrados com esperança, visando à paz no conflito entre israelenses e palestinos. No entanto, ao longo das décadas, esses acordos não conseguiram cumprir sua promessa, as negociações de paz nunca foram retomadas e a turbulência na região persiste.

Os acordos de Oslo foram a proposta mais abrangente para a paz até então e também a última. De lá pra cá, não houve nenhuma outra tentativa. Saiba mais, abaixo:

Os Acordos de Oslo foram alcançados em 1993, com o líder palestino Yasser Arafat e o primeiro-ministro israelense Yitzak Rabin apertando as mãos na Casa Branca, marcando um momento histórico.



A principal ideia dos acordos era dar autonomia às cidades onde viviam muitos palestinos. Além de Belém, outras cidades foram classificadas como “área A” no mapa de oslo e ganharam autonomia: Nablus, Jenin, Jericó. Nas áreas B, palestinos e israelenses dividiriam a administração. Nas C, onde viviam poucos palestinos e onde ficam os assentamentos judeus, o controle ainda estaria nas mãos de Israel.

Acordos de Oslo completam 30 anos sem concretizar a paz prometida no Oriente Médio — Foto: Reprodução/TV Globo

Em 1994, Arafat, Rabin e o ministro das Relações Exteriores de Israel, Shimon Peres, receberam o Prêmio Nobel da Paz por seus esforços, mas o assassinato de Rabin por um extremista de direita apenas dois anos depois, abalou ainda mais as perspectivas de paz.

Acordos de Oslo completam 30 anos sem concretizar a paz prometida no Oriente Médio — Foto: Reprodução/TV Globo

Apesar das dificuldades e da falta de progresso político, há ainda israelenses e palestinos que sonham com a paz e continuam a lutar por ela. É o que pensa a palestina Fátima, nascida no Brasil e que voltou à terra dos pais em 1993.

“A causa da palestina é uma causa justa. é por isso que nós temos sempre essa esperança e estamos aqui e nossa existência é que já é um desafio para que possamos chegar um dia a um acordo de paz justo ao povo palestino”, destaca Fatima Rashid Mohammad, diretora executiva da Associação de Assistência Social às mulheres palestinas.

Acordos de Oslo completam 30 anos sem concretizar a paz prometida no Oriente Médio — Foto: Reprodução/TV Globo




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

guerra-civil-agrava-catastrofe-na-libia

G1 Mundo

Guerra civil agrava catástrofe na Líbia

A imprensa local cita um porta-voz do governo, que falou em 5,2 mil mortos na cidade portuária de Derna, cuja população é de entre 90 mil e 100 mil pessoas. "A contagem de mortos é enorme, milhares de pessoas foram dadas como desaparecidas", afirmou Tamer Ramadan, diretor da missão da Federação Internacional das Sociedades Cruz Vermelha e Crescente Vermelho (IFRC) na Líbia. A Organização Internacional para a Migração (OIM) relatou […]

today14 de setembro de 2023 25

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%