G1 Santos

Administrador de condomínio dá bengalada em moradora após assembleia no litoral de SP; VÍDEO

today18 de janeiro de 2023 24

Fundo
share close

O administrador de um condomínio, no bairro Itararé, em São Vicente, no litoral de São Paulo, foi filmado tentando agredir uma moradora com uma bengala. Imagens obtidas nesta quarta-feira (18) pelo g1 mostram que, na sequência, o homem ainda tentou acertar um soco na mulher e em outro morador. A confusão aconteceu após uma assembleia de prestação de contas. (veja o vídeo acima)

Uma moradora que preferiu não se identificar contou que o administrador é viúvo da síndica do condomínio, que esteve no cargo nos últimos 30 anos.

Segundo ela, no ano passado a síndica demitiu um zelador querido pelos moradores, o que deixou os condôminos insatisfeitos a ponto de criar um grupo em um aplicativo de mensagens para articular a contratação de um administrador profissional. “A gente criou esse grupo no final de novembro com objetivo de juntar 1/4 de condôminos e ter uma assembleia extraordinária”, disse ela.



A assembleia de prestação de contas foi marcada para 7 de janeiro. “Conseguimos chamar muitas pessoas de São Paulo [que mantém casa de veraneio], foram muitas pessoas. Estávamos com procuração, advogados e síndicos profissionais”.

Ainda de acordo com a moradora, a reunião já estava atrasada em duas horas quando o administrador pegou o microfone e disse que não teria assembleia, que a convocação era mentirosa. “Levaram três seguranças para defesa dela [síndica], mas ninguém iria atacá-la”.

A mulher contou que, após o pronunciamento do administrador, um dos seguranças pegou as contas e pulou a janela. “Aí todo mundo pulou para pegar as pastas para ver porque queriam fugir e começou a bagunça”, disse.

Administrador de condomínio agride moradora com bengala durante assembleia de prestação de contas em São Vicente, SP — Foto: Reprodução

A moradora contou que o administrador deu uma bengalada em uma mulher e depois tentou acertar um soco na vítima e em outro morador.

“Proferiu várias ofensas e chamamos a Polícia Militar. Eles sabem que estamos em maioria. É um prédio que, no passado, era mal falado e, de fato, quando ela [síndica] entrou fez algumas coisas, mas depois acabou estacionado. Tem grandes indícios de fraudes, dinheiro que não entra. Eles se sentiram acuados, ficou naquele show de horrores que foi”.

O g1 entrou em contato com a Objetiva Imóveis, empresa do homem que aparece nas imagens e administrador do condomínio, mas não obteve resposta até a última atualização da matéria.

A Polícia Militar e Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) informaram que não foram registradas ocorrências sobre o desentendimento.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

garrafa-de-soda-caustica-ingerida-por-adolescente-que-morreu-nao-seguia-as-normas-da-anvisa;-entenda

G1 Santos

Garrafa de soda cáustica ingerida por adolescente que morreu não seguia as normas da Anvisa; entenda

O adolescente de 16 anos que morreu ao ingerir soda cáustica como se fosse água, em um comércio em Guarujá, no litoral de São Paulo, tomou o líquido de uma garrafinha semelhante àquelas em que servem sucos e água de coco, contou uma testemunha à polícia. De acordo com a Anvisa, a Resolução RDC nº 697, de 13 de maio de 2022, estabelece que a soda cáustica deve estar em […]

today18 de janeiro de 2023 66

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%