G1 Mundo

Adolescente francês que fazia bullying contra jovem trans é preso durante a aula

today20 de setembro de 2023 10

Fundo
share close

Um garoto de 14 anos foi detido na segunda-feira (18), em uma escola dos arredores de Paris, acusado de bullying contra uma jovem trans. A prisão ocorreu dentro da sala de aula, diante do resto da classe. O episódio, que suscitou reações, coincide com os anúncios do governo francês de endurecer as penas contra assédio escolar no país.

A polícia entrou na sala de aula de um colégio de Alfortville, cidade ao leste de Paris, para prender um estudante de 14 anos, suspeito de ter assediado uma menina de 15 anos pelas redes sociais.

Segundo fontes próximas da investigação, o jovem era o autor de várias ameaças contra uma adolescente que estudava em outro colégio. Ele teria enviado mensagens avisando que iria “degolar” a garota. “Tenho ódio da sua raça, morre, se mata veado, travesti”, escreveu. Um dia após a detenção, ele confessou ser o autor das mensagens.



As denúncias de assédio foram amplamente condenadas, mas a prisão do agressor em plena sala de aula também suscitou críticas. Mas as autoridades, em uma tentativa de mostrar o exemplo aos camaradas, na esteira dos anúncios recentes de endurecimento das sanções contra os casos de bullying escolar na França, afirmaram que a detenção foi feita dentro da lei.

“Tudo foi feito de acordo com a Procuradoria” e a “equipe educativa”, declarou o porta-voz do governo, Olivier Véran. “É assim que enfrentaremos esse flagelo do assédio, é assim que protegeremos também os nossos filhos, enviando estas mensagens fortes”, insistiu.

O ministro francês da Educação, Gabriel Attal, disse “compreender” que a prisão do adolescente em plena sala de aula “pode suscitar questionamentos”. Mas declara que “não pode haver serenidade sem autoridade” e que os casos de assédio exigem “uma reação rápida”. “Ninguém deve subestimar um fenômeno que leva à morte trágica muitos jovens no país e que destrói a vida de outros milhares”, insistiu.

O bullying escolar, que atinge um em cada dez alunos na França, foi apontado como uma prioridade para o governo. Esse tipo de assédio já é um delito na França desde o ano passado. Segundo uma lei de março de 2022, os autores estão sujeitos a penas de 10 anos de prisão e € 150.000 de multa. 

Veja abaixo uma reportagem sobre visibilidade trans.

Dia da Visibilidade Trans: a cada dois dias, uma pessoa trans foi morta no Brasil em 2020

Dia da Visibilidade Trans: a cada dois dias, uma pessoa trans foi morta no Brasil em 2020




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

a-tecnica-ancestral-que-substitui-ar-condicionado-em-casas-chinesas

G1 Mundo

A técnica ancestral que substitui ar-condicionado em casas chinesas

"Eles são arejados, frescos e oferecem sombra", afirma Ru, que tem 40 anos de idade. Entre 2014 e 2021, Ru morou em uma centenária casa de madeira na aldeia de Guanlu (província de Anhui, no leste da China). Ela se mudou para lá para mudar de vida, depois de morar e trabalhar por muitos anos em edifícios com ar-condicionado. “A sensação de frescor natural da minha casa no verão era […]

today20 de setembro de 2023 65

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%