G1 Mundo

Alagamentos em Dubai: ‘Semeadura de nuvens’ pode ser causa da pior chuva na história da cidade, diz agência

today17 de abril de 2024 9

Fundo
share close

Em pleno deserto, a cidade de Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, parou na última terça (16) devido a um problema incomum: a chuva.

Nesta quarta (17), ainda era possível ver dezenas de carros abandonados em largas avenidas de Dubai, ainda cobertos quase por completo pelas águas.

Veículos abandonados permanecem alagados em Dubai um dia depois de chuva histórica na cidade — Foto: Jon Gambrell/AP Photo



Segundo a agência de notícias estatal WAM, Dubai viveu um “evento climático histórico” que ultrapassou “qualquer registro documentado desde o início da série histórica, em 1949”.

As chuvas também atingiram países vizinhos, como o Bahrein, Omã, Catar e Arábia Saudita. No entanto, os Emirados Árabes Unidos foram os mais afetados.

As causas do fenômeno ainda são desconhecidas, mas, de acordo com a agência de notícias Associated Press, uma das razões pode ser uma “semeadura de nuvens” mal calculada.

A “semeadura”, ou “cloud seeding”, em inglês, é uma intervenção humana que consiste em bombardear nuvens com produtos químicos específicos, como iodeto de prata ou gelo seco. O governo dos Emirados realiza voos para esse propósito regularmente.

Segundo a AP, relatos de meteorologistas locais dão conta de que o Centro Nacional de Meteorologia realizou seis ou sete voos de “semeadura de chuvas” antes das tempestades.

A agência de notícias localizou registros de monitoramento de aviões de pelo menos um desses voos.

Um jornal ligado ao governo da capital dos Emirados Árabes Unidos, Abu Dhabi, reportou autoridades dizendo que não houve nenhum voo do tipo na terça-feira, sem mencionar a ocorrência nos dias anteriores.

A Associated Press questionou o Centro Nacional de Meteorologia, mas não recebeu resposta.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

argentina-oficializa-daniel-raimondi-como-embaixador-no-brasil;-diplomata-e-visto-como-‘nome-tecnico’

G1 Mundo

Argentina oficializa Daniel Raimondi como embaixador no Brasil; diplomata é visto como ‘nome técnico’

O nome de Raimondi foi publicado no "Boletín Oficial de la República Argentina", espécie de "Diário Oficial" do país vizinho. Era a etapa que faltava para que o novo embaixador assuma o cargo. A mudança para o Brasil deve acontecer nos próximos dias. Raimondi assume o lugar do peronista Daniel Scioli – que foi escolhido como Secretário de Turismo, Ambiente e Esportes do governo Milei. O novo embaixador no Brasil […]

today17 de abril de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%