G1 Mundo

Alemanha enviará mais €2,7 bilhões em armas no maior pacote de ajuda militar à Ucrânia

today13 de maio de 2023 14

Fundo
share close

Na expectativa de uma possível visita do presidente ucraniano, Volodimir Zelensky, a Berlim, a Alemanha prometeu à Ucrânia o envio adicional de armas no valor de 2,7 bilhões de euros (cerca de R$ 14,5 bilhões), anunciou neste sábado (13/05) o Ministério da Defesa alemão.

Segundo o ministério, o pacote inclui mais 20 veículos de combate de infantaria Marder, 30 tanques Leopard-1 e mais quatro sistemas de defesa antiaéreo Iris-T SLM.

“Todos esperamos um fim rápido desta terrível guerra da Rússia contra o povo ucraniano, mas infelizmente não há sinal disso. É por isso que a Alemanha fornecerá toda a ajuda que pode, pelo tempo que for necessário”, afirmou o ministro alemão da Defesa, Boris Pistorius, em comunicado.



O maior pacote de ajuda militar da Alemanha

Segundo a revista alemã Der Spiegel, esse é o maior pacote de ajuda militar prometido pela Alemanha à Ucrânia até o momento.

Ele inclui ainda 15 tanques antiaéreos Gepard, 200 drones de reconhecimento, munição antiaérea, munição de artilharia adicional e mais de 200 veículos blindados de combate e logística.

Desde o início da guerra, a Alemanha aprovou o envio de uma ajuda militar à Ucrânia no valor de 2,75 bilhões de euros. O anúncio deste sábado quase dobra esse montante.

Berlim é um dos principais apoiadores de Kiev, tanto no quesito militar, quanto financeiro.

O novo pacote de ajuda militar foi anunciado no mesmo dia em que Zelensky chegou a Roma para se encontrar com líderes do país. Espera-se que, da capital italiana, o presidente ucraniano siga para Berlim. No domingo, ele deve receber o Prêmio Carlos Magno, na cidade alemã de Aachen, em nome do povo ucraniano. Sua participação na cerimônia ainda não foi confirmada.

Zelensky e primeira-ministra italiana Giorgia Meloni se cumprimentam em Roma. — Foto: REUTERS/Remo Casilli

Zelensky chegou à Itália neste sábado (13). Em seu perfil no Twitter, ele escreveu que a visita era “importante para a vitória de Ucrânia“. Em Roma, ele se reunirá com a primeira-ministra italiana, Giorgia Meloni, que tem proporcionado ajuda militar à Ucrânia, e com o presidente Sergio Mattarella.

Zelensky retribui assim a visita que Meloni fez em Kiev, pouco antes do aniversário de um ano da invasão russa, em 24 de fevereiro de 2022, que deu início a guerra.

O presidente ucraniano também deve ser recebido no Vaticano pelo papa Francisco. Esse será o primeiro encontro entre Zelenski e papa desde que o início da guerra.

Presidente da Ucrânia e assessor especial pra assuntos internacionais do Brasil se encontram em Kiev

Presidente da Ucrânia e assessor especial pra assuntos internacionais do Brasil se encontram em Kiev

(Com informações de AFP, AP, Reuters, Lusa)




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

erdogan:-o-vendedor-de-paes-que-mudou-a-turquia-e-enfrenta-teste-nas-urnas

G1 Mundo

Erdogan: o vendedor de pães que mudou a Turquia e enfrenta teste nas urnas

No entanto, as chances dele estender seu governo para uma terceira década estão por um fio, enquanto o país se recupera de seu terremoto mais devastador desde 1999. A oposição o acusa de não ter se preparado para o desastre, já que a Turquia está em uma região sujeita a fortes terremotos, e de gerir mal a economia. Recep Tayyip Erdogan nasceu em fevereiro de 1954 e cresceu como filho […]

today13 de maio de 2023 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%