G1 Santos

Almoço de Páscoa com peixe e risoto é prático, saboroso e sai por menos de R$ 80; veja as receitas

today29 de março de 2024 4

Fundo
share close

A Páscoa celebra a ressurreição de Jesus Cristo. Alguns pratos da data são inspirados na culinária mediterrânea, como o cordeiro assado, que simboliza o sacrifício de Jesus, e o bacalhau, que era um peixe abundante e barato na região.

Risoto de abóbora com peixe empanado preparado e vagem foi preparado pela Margot Lambert, professora de Gastronomia, em Santos — Foto: Mariane Rossi/g1



Para os mais tradicionais, a estrela do almoço de Páscoa é o peixe. Mas, além do bacalhau, é possível optar por salmão, atum, tilápia e pescada.

“O bacalhau, apesar de ser bem tradicional, a gente acaba preparando sempre do mesmo jeito, tem um custo maior também. A gente consegue fazer o mesmo estilo de preparo, ou seja, com pescado, mas com um preço mais acessível e tão bom quanto, essa é a principal questão”, explica Margot.

A sugestão da cozinheira é preparar um peixe com crosta de parmesão. Segundo Margot, a tilápia é ideal para esse prato porque se trata de um peixe de água doce, que tem um sabor mais suave e uma carne firme para fritar.

“Isso é importante. Não são todos os peixes que conseguimos fritar alguns acabam desmanchando”. Outra opção é utilizar a pescada ou o panga.

Para temperar o peixe, ela utiliza as raspas do limão taiti, além de sal e pimenta. Já o empanamento é feito com farinha de pão, parmesão ralado e maionese. Após fritar, ela recomenda colocar o peixe em uma grade para ficar ainda mais crocante. “A gente consegue fazer com que o ar circule envolta do alimento e ele resfrie por completo (veja o preparo do peixe abaixo ou no vídeo).

Cozinheira sugere utilizar a tilápia no lugar do bacalhau no almoço de Páscoa — Foto: Mariane Rossi/g1

Para acompanhar o peixe, Margot preparou um risoto de abóbora e uma vagem na manteiga. O arroz pode ser o arbóreo ou o carnaroli. “A vantagem desse arroz é que tem um rendimento. E ele tem uma característica bacana que é dar uma cremosidade para o prato, tem um arroz mais elaborado com um sabor interessante”. Ela também recomenda a utilização do arroz integral.

Já a abóbora japonesa, ou cabotiá, produz uma cremosidade própria, que combina bem com o risoto. Além disso, traz cor e um toque adocicado para a receita. A cenoura ralada também faz parte do preparo. “Com isso, a gente consegue reduzir a quantidade de manteiga e de queijo no nosso risoto, deixando ele além de mais econômico não tão gorduroso”, explica.

O preparo é todo feito na panela de pressão que, além de diminuir o tempo de cozimento, reduz o consumo de gás e evita o uso de mais panelas no preparo. “É tudo feito em uma panela só”, diz. Para temperar, ela utiliza cebola e o talho da cebolinha.

Quando pegar pressão, basta contar 3 minutos e o risoto está pronto. Os grãos de arroz ainda ganham mais sabor, com a manteiga, cebolinha e o parmesão (veja o preparo do risoto abaixo ou no vídeo).

Legumes e temperos utilizados para o preparo do risoto de abóbora, feito pela cozinheira Margot Lambert, em Santos — Foto: Mariane Rossi/g1

Para finalizar, a vagem traz mais nutrição e crocância para a refeição. Ela é bem prática, salteada na manteiga. “A gente quer que a vagem de umas tostadinhas por fora. Esse sabor, um pouquinho queimado, traz uma combinação legal junto com o nosso risoto”, explica Margot (veja o preparo da vagem abaixo ou no vídeo).

A receita completa rende uma porção para uma família de quatro pessoas. Segundo a professora de Gastronomia, todos os ingredientes são encontrados nas feiras e mercados. No total, ela gastou R$ 77 para preparar todos os itens do prato.

“É uma receita prática com cara de chique. Um menu bem bacana”

Risoto de abóbora com peixe empanado preparado e vagem foi preparado pela Margot Lambert, professora de Gastronomia, em Santos — Foto: Mariane Rossi/g1

Confira as receitas abaixo:

  • 250g Arroz arbóreo ou arroz integral
  • 100g Cenoura ralada finamente
  • 100g Cebola picada finamente
  • 100g Abóbora japonesa ralada
  • 10g Talo de cebolinha
  • 50g Vagem (ou 20 unidades – 4 por prato)
  • 50g Manteiga sem sal para o risoto
  • 25g de manteiga sem sal para a vagem
  • 20g Azeite
  • 500ml Água
  • Sal a gosto (vagem e risoto)
  • 50g Parmesão ralado
  • Cebolinha picada para finalizar a gosto

Modo de preparo do risoto: Lave e higienize os hortifrutis. Rale a cenoura e a abóbora em um ralador grosso e reserve. Pique a cebola e o talo de cebolinha em cubos pequenos e reserve.

Em uma panela de pressão, coloque o azeite e deixe aquecer. Adicione a cebola e a cebolinha e mexa em fogo médio até murchar. Em seguida, adicione a cenoura e a abóbora e refogue até que estejam levemente macias. Adicione o arroz e continue mexendo por mais 1 minuto. O último item é a água, que deve estar em temperatua ambiente. Mexa tudo para que não fique nada grudado no fundo.

Tampe a panela e mantenha o fogo médio. Quando pegar pressão, conte 3 minutos. Passado o tempo, desligue. Corte a cebolinha finamente e reserve. Aguarde a pressão terminar de sair, e só então abra a tampa. Adicione o queijo, manteiga, sal e pimenta do reino a gosto. Salpique cebolinha picada por cima e sirva em seguida.

Modo de preparo da vagem: Lave e higienizar a vagem. Cortar as pontas das vagens e reservar. Aqueça uma frigideira e adicione a manteiga. A frigideira deve estar bem quente para que a vagem fique crocante por fora. Com a panela e manteiga quentes, adicione as vagens e saltei para que cozinhe por igual.

O ponto certo é quando começarem a aparecer pontinhos escuros tostados na vagem. Salpicar sal e pimenta do reino e servir sobre o risoto.

Risoto de abóbora com peixe empanado preparado e vagem foi preparado pela Margot Lambert, professora de Gastronomia, em Santos — Foto: Mariane Rossi/g1

PEIXE NA CROSTA DE PARMESÃO

  • 4 Filé de Tilápia
  • 50g Parmesão ralado
  • 4 pães franceses
  • Óleo para fritar
  • Sal a gosto
  • Pimenta do reino a gosto
  • 1 col chá Raspas de limão
  • 100g Maionese
  • 50ml Água

Modo de preparo do peixe: Torre o pão francês e triture de maneira que fiquem grãos de tamanho médio. Em uma tábua, corte os filés de peixe do tamanho desejado. Tempere com sal, pimenta e raspas de limão. Lembre-se que a maionese tem um pouco de sal assim como o parmesão da crosta, então observe a quantidade colocada no tempero. Reserve.

Em um recipiente, coloque a maionese e adicione a água aos poucos até que fique um creme liso. Não pode ficar muito líquido, se não o empanamento não fica uniforme. Em outro recipiente, misture a farinha de pão com o parmesão e reserve.

Com o filé já temperado, passe no creme de maionese e, em seguida, passe na farinha de pão moída com parmesão. Frite os filés em fogo médio até atingir uma crosta dourada. Deixe escorrer sobre uma grade. Sirva junto com o risoto e as vagens.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

ainda-da-tempo:-santos-tem-opcoes-para-a-compra-de-pescados

G1 Santos

Ainda dá tempo: Santos tem opções para a compra de pescados

Entre sexta-feira (29) e o domingo de Páscoa (31), estabelecimentos de Santos (SP) oferecem diferentes frutos do mar. Há diversas opções de frutos do mar para quem ainda não garantiu as refeições do feriado — Foto: Raimundo Rosa/Prefeitura de Santos Quem vai passar a Semana Santa em Santos, no litoral de São Paulo, ainda tem disponíveis várias opções de frutos do mar para aproveitar a data com a família. De […]

today29 de março de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%