G1 Santos

Alunos de SP estudam a morte de meio bilhão de abelhas e ganham destaque em Cambridge

today27 de novembro de 2023 1

Fundo
share close

Dois estudantes da Faculdade de Tecnologia (Fatec) de Praia Grande, no litoral de São Paulo, estudaram a morte de mais de meio bilhão de abelhas entre o fim de 2018 e o começo de 2019, no Brasil, em decorrência do uso do inseticida Fipronil. O artigo científico dos estudantes ganhou destaque na divisão editorial da Universidade de Cambridge.

Intitulado “O uso incorreto do inseticida fipronil e sua influência na morte das abelhas no sul do Brasil”, o artigo foi assinado pela professora Janara de Camargo Matos e idealizado pelos alunos do curso de Processos Químicos Renan do Carmo Marinho da Silva e Priscila Aparecida Della Torre.

Abelha arapuá operárias em flor não identificada — Foto: Cristiano Menezes/Embrapa



Segundo Janara, as abelhas são seres vivos de elevada importância para a manutenção do ecossistema em que os seres humanos estão inseridos. Em julho deste ano, o número de abelhas mortas pela pulverização do inseticida ultrapassou os 200 milhões em todo o Brasil. “Isso mostra que nada foi feito até agora”, diz a professora.

De acordo com uma pesquisa realizada Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), uma das fontes utilizadas no estudo dos jovens, o fipronil geralmente é aplicado no país por meio da pulverização aérea, algo que contraria até as instruções da bula, que prescreve a aplicação direta no solo.

Ao fazer a pulverização aérea com o inseticida, parte do produto não atinge o cultivo alvo e se dispersa no ar, causando o “efeito deriva”, atingindo fauna e flora local. Ainda conforme o estudo, não há um uso 100% seguro dos defensivos agrícolas para as abelhas, mas a aplicação correta é primordial para reduzir as mortes.

Para Priscila Della Torre, o principal problema é a escassez de órgãos que fiscalizem a área de maneira efetiva no brasil, realizando visitas e dando a devida orientação sobre os impactos causados pelo uso do inseticida, principalmente quando a aplicação não é feita da forma correta.

Se adaptando aos desafios, os estudantes buscaram entender o problema e trazer soluções para o caso, fazendo a substituição de inseticidas por processos menos agressivos, como o uso de extratos vegetais, micro e macro-organismos que atuem de forma mais seletiva para combater apenas a praga alvo.

Artigo científico de ex-alunos da Fatec Praia Grande, SP, é citado em revista da Universidade de Cambridge, no Reino Unido — Foto: Divulgação

A citação do trabalho foi feita pela revista de pesquisa científica ambiental, ‘Bulletin of Entomological Research‘, mas o material original foi publicado após o término do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) em 2021, no 13° volume da revista universitária anual Processando o Saber.

Artigo científico de ex-alunos da Fatec Praia Grande, SP, é citado em revista da Universidade de Cambridge, no Reino Unido — Foto: Divulgação

Comercializado desde 1994 em todo o mundo e banido da União Europeia devido aos problemas ambientais causados, o fipronil é um composto químico usado como inseticida que danifica o sistema nervoso dos insetos para causar uma hiperexcitação nos músculos e levá-los a morte.

No caso das poucas abelhas que entram em contato com doses menores, estas voltam para a colônia e acabam por contaminar as restantes. Ao produzir mel com pólen contaminado, toda a colônia é afetada e o tempo de vida diminuí.

Artigo científico de ex-alunos da Fatec Praia Grande, SP, é citado em revista da Universidade de Cambridge, no Reino Unido — Foto: Reprodução

A Cambridge University Press é a editora universitária mais antiga e conceituada do tipo, com o primeiro material publicado em 1584. Livros e revistas com o selo da instituição são de referência mundial e cultural.

Entre os autores contemplados com a oportunidade, estão 60 vencedores do prêmio Nobel e nomes históricos como Isaac Newton, Albert Einstein, Margaret Atwood e Stephen Hawking.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

‘pensei-que-fosse-morrer’,-diz-passageira-de-onibus-destruido-por-caminhao-no-litoral-de-sp;-video

G1 Santos

‘Pensei que fosse morrer’, diz passageira de ônibus destruído por caminhão no litoral de SP; VÍDEO

Ao g1, a técnica de enfermagem Eduarda dos Santos contou ter batido a cabeça, pernas, ombros e que sentiu tontura após o impacto, que ocorreu na manhã de domingo (26). O ônibus estava na Avenida Senador Dantas e, com o sinal verde, acessou a Avenida Sérgio da Costa Matte. O caminhoneiro, no entanto, não parou e causou o acidente. "Eu vi o caminhão vindo na direção do ônibus e, na […]

today27 de novembro de 2023 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%