G1 Mundo

Após críticas a Vini Jr., presidente da LaLiga se reúne com embaixador do Brasil em Madri

today27 de maio de 2023 5

Fundo
share close

Após criticar a postura do brasileiro Vinicius Jr., o presidente da LaLiga – a entidade que organiza o principal campeonato de futebol espanhol-, Javier Tebas, se reuniu nesta sexta-feira (25) com o embaixador do Brasil em Madri, Orlando Leite.

O encontro, que foi anunciado pela ministra da Igualdade, Anielle Franco, na quarta-feira (24), acontece após uma semana de fortes reações de entidades brasileiras a falas de Tebas sobre Vinicius Jr. – o presidente da liga espanhola recriminou o brasileiro por ele ter se queixado de racismo na LaLiga, após ter sido chamado de “macaco” durante um jogo entre seu time, o Real Madrid, e o Valencia, no domingo (21).

Na reunião, que ocorreu na sede da LaLiga, em Madri, o embaixador e Tebas “coincidiram em que não há lugar no mundo contemporâneo para atos racistas como os ocorridos em 21 de maio em Valência, dirigidos ao jogador brasileiro Vinicius Jr.”, afirmou um comunicado conjunto.



“A Embaixada do Brasil e a LaLiga condenam energicamente qualquer manifestação racista e se comprometem a seguir lutando contra essa tragédia que afeta o esporte e compromete a imagem da Espanha, um país acolhedor no qual podem prosperar esportistas de todas as origens, credos e etnias”, diz o comunicado.

O presidente da LaLiga, Javier Tebas, em encontro com o embaixador do Brasil em Madri, Orlando Leite, em 26 de maio de 2023. — Foto: Divulgação/ Embaixada do Brasil na Espanha

Em suas críticas após ter sido vítima dos insultos racistas, Vinicius Jr. acusou a LaLiga de ser racista e ignorar casos como o seu – expulso por acertar um adversário no rosto após se desvencilhar de um mata-leão, o jogador brasileiro reclamou que os insultos de parte da torcida, gravados em vídeo, nem sequer constaram na ata do jogo.

O governo brasileiro, segundo a ministra Marielle Franco, disse que apresentou uma queixa na Promotoria espanhola.

No próprio domingo, após a partida polêmica, Javier Tebas lançou duras críticas contra Vinicius Jr., a quem recriminou por ter criticado a LaLiga, e disse que ele estava desrespeitando a entidade e o futebol espanhol ao acusar ambos de racismo.

Também nesta semana, após a repercussão negativa do caso, a LaLiga afirmou ter pedido ao governo espanhol que tenha competência também para punir clubes, jogadores e torcedores em casos como o de Vini Jr. – atualmente, a LaLiga, uma entidade formada pelos times espanhóis para organizar o campoenato e subordinada à Federação Espanhola de Futebol -, pode apenas notificar e denunciar episódios de racismo ou qualquer tipo de preconceito.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

fundador-de-grupo-de-extrema-direita-e-condenado-a-18-anos-de-prisao-nos-eua;-a-pena-e-mais-alta-pelo-ataque-ao-congresso-do-pais

G1 Mundo

Fundador de grupo de extrema direita é condenado a 18 anos de prisão nos EUA; a pena é mais alta pelo ataque ao Congresso do país

A Justiça dos Estados Unidos condenou o fundador do grupo de extrema direita Oath Keepers, Stewart Rhodes, a 18 anos de prisão nesta quinta-feira (25) por conspiração e outros crimes relacionados ao ataque ao Capitólio dos EUA, em 6 de janeiro de 2021. Os promotores pediam uma pena ainda maior, de 25 anos, para Rhodes. Rhodes se apresentou à Justiça dizendo que é um prisioneiro político. Justiça dos EUA condena […]

today27 de maio de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%