G1 Mundo

Após repercussão de fala sobre Israel, Lula se reúne com ex-chanceler Celso Amorim

today19 de fevereiro de 2024 9

Fundo
share close

O encontro ocorre no Palácio da Alvorada – residência oficial da Presidência – após Israel declarar Lula “persona non grata” no país.

A medida foi uma das reações israelenses à fala de Lula. O governo de Israel também anunciou a convocação do embaixador do Brasil no país para uma “dura conversa de repreensão” sobre a fala do petista.

Em Adis Abeba, Lula foi questionado pela imprensa sobre a decisão de alguns governos ocidentais de suspender repasses financeiros a uma agência da Organização das Nações Unidas (ONU) que presta auxílio a refugiados palestinos.



Esses países suspenderam os aportes depois de Israel acusar funcionários da agência de um suposto envolvimento com os ataques terroristas promovidos pelo Hamas contra territórios israelenses.

Lula criticou a suspensão e, na resposta a uma jornalista, afirmou: “O que está acontecendo na Faixa de Gaza e com o povo palestino não existe em nenhum outro momento histórico. Aliás, existiu: quando o Hitler resolveu matar os judeus”.

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse que as palavras de Lula são “vergonhosas e graves”. O premiê também declarou que a afirmação banaliza o Holocausto – genocídio promovido na Segunda Guerra Mundial contra cerca de seis milhões de judeus.

Governo israelense declara Lula persona non grata após comparação

Governo israelense declara Lula persona non grata após comparação

O conflito entre o grupo terrorista Hamas e Israel, que já deixou milhares de civis mortos, foi um dos principais temas abordados por Lula nas reuniões de que participou durante a viagem ao Egito e à Etiópia, a segunda visita do petista ao continente africano neste terceiro mandato.

No Egito, ao lado do presidente Abdul Fatah Khalil Al-Sisi, Lula pediu paz no Oriente Médio e afirmou que Israel parece ter a “primazia de descumprir, ou melhor, de não cumprir nenhuma decisão emanada da direção das Nações Unidas”.

Já na Etiópia, no sábado (17), Lula se encontrou com o primeiro-ministro da Autoridade Palestina, Mohammad Shtayyeh.

Segundo o Palácio do Planalto, na reunião com o palestino, o petista condenou ataques do Hamas e reiterou a necessidade de paz no Oriente Médio, com a criação de um Estado Palestino. Conforme o governo brasileiro, Shtayyeh agradeceu a Lula pela solidariedade com o povo palestino.

Em discurso na 37ª Cúpula da União Africana, Lula tocou novamente no assunto. Ele voltou a condenar ataques do grupo terrorista Hamas a Israel, mas classificou como “desproporcional” a resposta israelense aos ataques, com a morte de milhares de civis.

Para Lula, a crise no Oriente Médio só será resolvida com a criação de um estado Palestino “soberano” e “membro pleno” da Organização das Nações Unidas (ONU).

Ministro israelense diz que palavras de Lula 'são uma vergonha e uma desgraça'

Ministro israelense diz que palavras de Lula ‘são uma vergonha e uma desgraça’




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

com-distorcao-sobre-o-holocausto,-lula-perde-legitimidade-internacional

G1 Mundo

Com distorção sobre o Holocausto, Lula perde legitimidade internacional

Presidente brasileiro enterra o lugar do Brasil como possível mediador do conflito no Oriente Médio. Lula é declarado 'persona non grata' em Israel “Não esqueceremos nem perdoaremos. É um ataque antissemita grave. Em meu nome e em nome dos cidadãos, diga ao presidente Lula que ele é persona non grata em Israel até que se retrate", disse Katz. A escolha do Memorial Yad Vashem pareceu emblemática para dar uma aula […]

today19 de fevereiro de 2024 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%