G1 Mundo

Assembleia da Califórnia aprova projeto que obriga redes sociais a pagar por conteúdo jornalístico

today2 de junho de 2023 8

Fundo
share close

Proposta prevê que empresas como Facebook, Google e Microsoft terão que repassar uma porcentagem da receita com publicidade para veículos de jornalismo. Texto agora será analisado pelo Senado estadual.


Plataformas apresentaram críticas à versão atual do PL das Fake News — Foto: Alessandro Feitosa Jr/g1



A Assembleia da Califórnia, nos Estados Unidos, aprovou nesta sexta-feira (2) por 46 votos a 6 um projeto de lei que obriga redes sociais a pagarem para usar conteúdo jornalístico em seus serviços. A proposta agora será analisada no Senado estadual.

O projeto da Lei de Preservação do Jornalismo prevê que grandes plataformas, como Facebook, Google e Microsoft, terão que repassar uma porcentagem de suas receitas com publicidade para acessar conteúdos produzidos por veículos de jornalismo digital.

Este acesso inclui aquisição, rastreamento e indexação do conteúdo jornalístico pelas plataformas. O projeto propõe que 70% do valor obtida com a regra seja destinado para jornalistas contratados pelos veículos de imprensa.

A organização News/Media Alliance, que representa cerca de 2.000 veículos de jornalismo nos Estados Unidos, afirmou que a aprovação do projeto na Assembleia da Califórnia é uma “ação decisiva e direta para salvar o jornalismo”.

“Estamos extremamente encorajados a ver esse progresso em nível estadual, o que mostra que os americanos entendem a importância e o valor do jornalismo para manter suas comunidades seguras e informadas, e responsabilizar os que estão no poder”, afirmou a presidente da News/Media Alliance, Danielle Coffey.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

Você deseja continuar recebendo este tipo de sugestões de matérias?




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

trem-descarrila-na-india-e-deixa-233-mortos

G1 Mundo

Trem descarrila na Índia e deixa 233 mortos

Quatro vagões do trem Coromandel Express descarrilaram no distrito de Balasore, em Odisha, localizado no leste da Índia, nesta sexta-feira (2). Cerca de 233 pessoas morreram e 900 foram hospitalizadas, segundo a Reuters. Civis sobem em cima de vagão de trem que descarrilou em Balasore, na Índia — Foto: ANI/Reuters TV via REUTERS A colisão aconteceu após o Coromandel bater de frente com um trem de carga, disseram autoridades locais. […]

today2 de junho de 2023 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%