G1 Mundo

Ataque contra a maior usina nuclear da Europa: chefe de agência da ONU alerta para risco de ‘situação crítica’ em guerra na Ucrânia

today11 de abril de 2024 4

share close

A usina nuclear de Zaporizhzhia é a maior da Europa. No último domingo, ela foi atingida por drones, e um prédio onde fica um reator chegou a ser atingido.


Soldado russo vigia acesso à central nuclear de Zaporizhzhia, na Ucrânia. — Foto: Alexander Ermochenko/ Reuters



O chefe da agência de vigilância nuclear da ONU, Rafael Grossi, afirmou nesta quinta-feira (11) que a usina nuclear de Zaporizhzhia, que pertence à Ucrânia, mas fica na região do país que está sob ocupação russa, tem sido alvo de ataques de drones que precisam parar porque representam um momento novo e muito perigoso da guerra.

A usina nuclear de Zaporizhzhia é a maior da Europa. No último domingo, ela foi atingida por drones, e um prédio onde fica um reator chegou a ser atingido.

Ainda não está claro quem ordenou ataques —Ucrânia e da Rússia trocam acusações a respeito de quem está por trás dessas ofensivas desde o começo da guerra. Após o último domingo, os governos dos dois países pediram um encontro de emergência com o conselho da AIEA (Agência Internacional de Energia Atômica), a agência nuclear da ONU

A agÊncia afirmou que a segurança das instalações não foi comprometida, mas esse é o pior incidente no local desde novembro de 2022 (a guerra começou em fevereiro de 2022).

Grossi vai se encontrar com o Conselho de Segurança da ONU para tentar alertar a entidade do risco de ataques contra a usina. Caso os ataques prossigam, a guerra iria entrar em “uma nova e perigosa fronteira da guerra”.

O presidente da AIEA afirmou que esses ataques mais recentes “nos colocam em uma situação crítica nesta guerra”.

Ele pediu para que o conselho da AIEA apoie a agência em seu pedido para não haver ataques contra Zaporizhzhia. No entanto, o conselho não votou nenhuma resolução nesse sentido.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

mexico-pede-suspensao-do-equador-na-onu-em-denuncia-apresentada-em-tribunal-internacional-de-haia

G1 Mundo

México pede suspensão do Equador na ONU em denúncia apresentada em Tribunal Internacional de Haia

A ministra mexicana das Relações Exteriores, Alicia Bárcena, confirmou a formalização da queixa na mais alta corte internacional de justiça da ONU e disse que a sanção deveria entrar em vigor "até que seja emitido um pedido público de desculpas reconhecendo as violações dos princípios e normas fundamentais do direito internacional". O objetivo da denúncia é "garantir a reparação do dano moral infligido ao Estado mexicano e a seus cidadãos", […]

today11 de abril de 2024 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%