G1 Mundo

Autoridades do México investigam se cartel matou 30 pessoas de uma vila no interior do país

today7 de janeiro de 2024 7

Fundo
share close

Os corpos de cinco pessoas foram encontrados carbonizados dentro de uma caminhonete no estado de Gerrero, no México, na sexta-feira (5). Pode haver cerca de 30 vítimas, pois durante a semana passada houve relatos de um ataque a uma vila remota no interior do país.

Segundo o Ministério Público do país, a região onde houve o assassinato é disputada pelos seguintes grupos criminosos:

  • La Familia Michoacana e
  • Los Tlacos.



Na sexta-feira, o padre Filiberto Velázquez, diretor da uma organização de direitos humanos Minerva Bello, afirmou que uma vila remota no interior do estado foi atacada por membros da Família Michoacana.

A comunidade é isolada e, depois dos ataques, o contato por telecomunicações com o local foi perdido.

Os policiais estavam a caminho dessa vila quando encontraram a caminhonete com os corpos carbonizados. O número de vítimas mortas pode ser maior: de acordo com os relatos iniciais sobre o ataque contra a vila, havia 30 vítimas, mas ainda não há dados sobre o estado delas.

Velázquez afirmou que 30 moradores da vila estão desaparecidos. A comunidade é de agricultores, que começaram a ser armar pois a região não estava sendo atentida pelas forças do Estado.

O Ministério Público do estado de Guerrero disse que nenhuma informação foi obtida sobre pessoas feridas, desaparecidas ou privadas de liberdade e que por isso não se pode dizer que houve algum outro crime, além do suposto assassinato das cinco pessoas carbonizadas na caminhonete.

No entanto, o padre Velázquez disse que seis pessoas que sobreviveram ao ataque chegaram a pé à cidade de Tetela del Río para receber tratamento por ferimentos de bala.

Governo diz que é confronto entre cartéis

O diretor de comunicações do governo de Guerrero, René Posselt, descartou que o caso tenha sido um ataque direto à comunidade e disse à agência de notícias AP que “tudo indica um confronto entre grupos de crime organizado naquela área”.

Posselt informou que o Ministério Público e outras autoridades estão investigando a veracidade de um vídeo divulgado na sexta-feira nas redes sociais, no qual supostos membros da organização criminosa Familia Michoacana exibem corpos que supostamente pertenciam a integrantes do grupo rival Los Tlacos.

Velázquez afirmou que o conflito entre Familia Michoacana e Los Tlacos já obrigou cerca de 80 habitantes da cidade de Buenavista de los Hurtado a deixar o local e se mudar para Tetela del Río.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

boeing-737-max:-o-historico-de-problemas-de-aviao-envolvido-em-incidente-com-alaska-airlines

G1 Mundo

Boeing 737 Max: o histórico de problemas de avião envolvido em incidente com Alaska Airlines

A FAA disse que, no total, 171 aviões terão seus voos temporariamente suspensos para inspeções. No Brasil, a panamenha Copa Airlines é a única companhia aérea a operar com esse tipo de aeronave (ler mais abaixo). Os aviões são utilizados nos voos que ligam a Cidade do Panamá aos aeroportos de Guarulhos, em São Paulo, e Galeão, no Rio de Janeiro. O incidente no voo da Alaska Airlines, que deixou […]

today7 de janeiro de 2024 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%