G1 Mundo

Beijo forçado: Justiça espanhola investiga presidente da Federação de Futebol por viagem com mulher com fundos públicos

today23 de agosto de 2023 23

Fundo
share close

Segundo “El País”, investigação buscará confirmar suspeita de que Luis Rubiales levou acompanhante que não é funcionária da federação – bancada pelo Ministério dos Esportes – a uma viagem a Nova York. Rubiales está no foco das críticas por ter beijado à força jogadora espanhola após o final da Copa do Mundo feminina.


Em nova imagem, o presidente da Federação Espanhola de Futebol, Luis Rubiales, carrega a jogadora Athenea de Castillo — Foto: David Grey/ AFP



A Justiça da Espanha está investigando o presidente da Federação Espanhola de Futebol, Luis Rubiales, por uma viagem que ele fez a Nova York na companhia de uma mulher supostamente bancada por verbas públicas.

Segundo o jornal espanhol “El País”, uma juíza de Madri começou a apurar supostas irregularidades em uma viagem feita por Rubiales a Nova York este ano. Na ocasião, o dirigente alegou ter ido à cidade norte-americana para participar de um evento esportivo e, na prestação de contas, declarou ter levado dois funcionários.

Mas, segunda a imprensa, ele levou à viagem uma mulher que não faz parte dos quadros dos funcionários.

A investigação faz parte de um caso maior que a Justiça espanhola conduz, sobre a transferência dos jogos da Supercopa da Espanha de futebol para a Arábia Saudita, em 2019.

Presidente da Federação Espanhola é denunciado por beijar jogadora sem consentimento

Presidente da Federação Espanhola é denunciado por beijar jogadora sem consentimento

O gesto, que ele justificou como “um carinho entre amigos”, foi chamado de violência sexual por duas ministras espanholas e criticado pelo primeiro-ministro do país.

O presidente da Federação Espanhola de Futebol, Luis Rubiales, beijou a jogadora Jenni Hermoso durante a cerimônia de premiação da Copa do Mundo femina, em Sydney, na Austrália — Foto: Hannah Mckay/Reuters e Reprodução

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

os-ucranianos-que-nao-querem-lutar-na-guerra-contra-russia

G1 Mundo

Os ucranianos que não querem lutar na guerra contra Rússia

Não há voluntários em quantidade suficiente. O país precisa substituir constantemente dezenas de milhares de voluntários mortos ou feridos. Muitos outros estão simplesmente esgotados, após 18 meses combatendo a invasão russa em grande escala. Alguns homens, no entanto, não querem lutar. Milhares deles deixaram o país, às vezes à custa de suborno, enquanto outros buscam formas de esquivar-se das autoridades de recrutamento, que são acusadas de usar táticas cada vez […]

today23 de agosto de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%