Notícias

Biden: Estados Unidos estão pronto para oferecer ‘todos os meios apropriados de apoio’ a Israel após ataque do Hamas

today8 de outubro de 2023 6

share close

“Deixei claro ao primeiro-ministro Netanyahu que estamos prontos para oferecer todos os meios apropriados de apoio ao governo e ao povo de Israel”, disse Biden, segundo a Reuters, num comunicado depois de falar com Benjamin Netanyahu.

“Israel tem o direito de defender a si mesmo e ao seu povo. Os Estados Unidos alertam contra qualquer outra parte hostil a Israel que procure obter vantagem nesta situação”, afirmou o presidente americano.

Mapa mostra conflito em Israel — Foto: Arte/g1



O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, declarou guerra ao Hamas ao lançar a operação ‘Espadas de Ferro’ e convocar militares reservistas. Mais de 5 mil bombas foram lançadas ao território israelense, que reagiu e ataca a Palestina.

O governo de Israel afirmou que “soldados foram mortos” durante os ataques e que outros militares do país são feitos reféns pelo grupo armado na Faixa de Gaza. Um porta-voz militar israelense afirmou que o Hamas “cometeu um crime de guerra” ao sequestrar israelenses para Gaza.

Prédio desaba após bombardeio na cidade de Gaza

Prédio desaba após bombardeio na cidade de Gaza

Veja a repercussão do ataque pelo mundo:

Antony Blinken, secretário de Estado dos EUA

“Nunca há qualquer justificativa para o terrorismo. Somos solidários com o governo e o povo de Israel e apresentamos nossas condolências pelas vidas israelitas perdidas nestes ataques. Continuaremos em contato com os nossos parceiros de Israel. Os Estados Unidos apoiam o direito de Israel de se defender”.

Ursula von der Leyen, presidente da Comissão Europeia

“Condeno inequivocamente o ataque realizado pelos terroristas do Hamas contra Israel. É o terrorismo na sua forma mais desprezível. Israel tem o direito de se defender contra tais ataques hediondos”.

Emmanuel Macron, presidente da França

“Condeno veementemente os ataques terroristas que atingem Israel. Expresso a minha total solidariedade às vítimas, às suas famílias e entes queridos”.

OIaf Scholz, chanceler da Alemanha

O chanceler alemão, OIaf Scholz, disse que os lançamentos de foguetes dos militantes e a escalada da violência “nos chocam profundamente”. Ele acrescentou que “a Alemanha condena estes ataques do Hamas e está ao lado de Israel”.

Antonio Tajani, ministro das Relações Exteriores da Itália

O ministro das Relações Exteriores da Itália, Antonio Tajani, disse que o governo condena os ataques a Israel “com a maior firmeza”. “A vida das pessoas, a segurança da região e a retomada de qualquer processo político estão em risco. O Hamas deve parar imediatamente com esta violência bárbara. Apoiamos o direito de Israel existir e se defender”.

Ministério das Relações Exteriores do Egito

O Egito alertou para as “graves consequências” de uma escalada nas tensões entre Israel e os palestinos, num comunicado do Ministério das Relações Exteriores divulgado pela agência de notícias estatal. Apelou a “exercer a máxima contenção e evitar expor os civis a maiores perigos”.

Israel entra em estado de guerra

Israel entra em estado de guerra

Annalena Baerbock, ministra das Relações Exteriores da Alemanha

“Condeno veementemente os ataques terroristas de Gaza contra Israel. A violência e os foguetes contra pessoas inocentes devem parar agora. Israel tem a nossa total solidariedade e direito, segundo o direito internacional, de se defender contra o terrorismo”.

Mark Rutte, primeiro-ministro da Holanda

“Acabei de falar com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu sobre o ataque sem precedentes do Hamas. Disse-lhe que a Holanda condena inequivocadamente esta violência terrorista e apoia plenamente o direito de Israel se defender”.

Homem corre após explosão provocada por foguete lançado da Faixa de Gaza, em Israel, em 7 de outubro de 2023 — Foto: REUTERS/Amir Cohen

Ministério do Exterior da Ucrânia

“A Ucrânia condena veementemente os ataques terroristas em curso contra Israel, incluindo ataques com foguetes contra a população civil em Jerusalém e Tel Aviv. Expressamos nosso apoio a Israel no seu direito de se defender e ao seu povo”.

Zbigniew Rau, ministro das Relações Exteriores da Polônia

“Condeno veementemente os ataques contínuos do Hamas a Israel. Esta agressão infundada e atos de violência, especialmente contra civis, são inaceitáveis. Nossos pensamentos e orações estão com todos os afetados por esses terríveis acontecimentos”.

Hadja Lahbib, ministra das Relações Exteriores da Bélgica

“A Bélgica condena veementemente os ataques maciços de foguetes contra civis israelenses. A violência e o terror apenas perpetuam o sofrimento e dificultam o caminho para o diálogo. Nossos pensamentos estão com todos os afetados. Estamos monitorando a situação de perto”.

Análise: 'Ataque do Hamas a Israel não muda situação da Palestina'

Análise: ‘Ataque do Hamas a Israel não muda situação da Palestina’




Todos os créditos desta notícia pertecem a Notícias.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

instituto-de-meteorologia-emite-alerta-para-ventos-de-ate-100-km/h-em-cidades-de-sp

G1 Santos

Instituto de meteorologia emite alerta para ventos de até 100 Km/h em cidades de SP

Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um 'alerta laranja' para o domingo (8) em cidades da Baixada Santista e Vale do Ribeira. Inmet emite 'alerta laranja' para cidades da Baixada Santista e Vale do Ribeira — Foto: Arquivo/A Tribuna Jornal O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um 'alerta laranja' por perigo de tempestades e ventos intensos, que podem atingir a marca de 100 km/h, para algumas cidades da Baixada […]

today7 de outubro de 2023 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%