G1 Santos

Bombeiros pulam muro de casa para resgatar rottweiler se debatendo em piscina; VÍDEO

today5 de junho de 2024 7

Fundo
share close

Uma equipe do Corpo de Bombeiros usou uma escada para pular o muro de uma casa e resgatar um cachorro da raça rottweiler que se ‘debatia’ em uma piscina, sem conseguir sair da água, em Mongaguá, no litoral de São Paulo. Segundo a prefeitura, o imóvel estava vazio, e a Unidade de Vigilância de Zoonoses vai apurar uma denúncia de abandono do animal.

O caso aconteceu na Avenida Governador Mário Covas, no bairro Vila Anhanguera, na terça-feira (4). O Corpo de Bombeiros informou que, após o resgate, os agentes deixaram o cão em um lugar seguro na casa, além de fecharem o portão que dava acesso à piscina.

Nas imagens, obtidas pelo g1, é possível ver três bombeiros subindo o muro e entrando na casa com o auxílio da escada. Enquanto isso, o cachorro estava parcialmente submerso na água. Os agentes tiraram o animal da piscina e o deixaram do outro lado do portão (assista no topo da reportagem).



Bombeiros ‘invadiram’ casa com escada para resgatar rottweiler dentro de piscina em Mongaguá (SP) — Foto: Reprodução

Vizinha flagrou a situação

Ao g1, uma vizinha da casa, que filmou a situação mas preferiu não ser identificada, disse que o Corpo de Bombeiros foi acionado pela irmã dela depois de ver o animal se debatendo na água.

Ela ressaltou que, de acordo com o movimento que percebe na casa ao lado, acredita que o imóvel seja usado apenas durante a temporada, pois o cachorro fica sozinho.

“Fico com muita pena. Ele ficou mais de uma hora dentro daquela piscina se debatendo para sair com esse frio congelante e sem ninguém para o socorrer”, desabafou a vizinha.

Vizinha flagrou o momento em que o cachorro estava ‘preso’ na piscina — Foto: Reprodução

A mulher acrescentou ter tentado contato com o Centro de Controle de Zoonoses para denunciar o abandono do animal, mas não foi atendida.

“Chorei quando ele foi salvo, toda a minha família [chorou] na verdade. É sensação de dever cumprido, mas ainda estou preocupada por ele estar sozinho na casa”, acrescentou ela.

Em um dos vídeos, é possível ouvir a moradora dizendo que o o tutor deveria ser punido por maus-tratos. “Ele não tem comida, não tem água. Depois desse episódio sobreviveu, mas quem vai cuidar dele agora?”, questionou ela.

O g1 não localizou o dono da casa até a última atualização desta reportagem.

Em nota, a Prefeitura de Mongaguá informou que a Guarda Civil Municipal (GCM) participou do resgate. O município acrescentou, com base nas informações da corporação, que a casa aparenta ser habitada, mas estava vazia no momento da ocorrência.

Cachorro foi resgatado de dentro de piscina por bombeiros em Mongaguá (SP) — Foto: Reprodução

VÍDEO: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

justica-condena-plataforma-em-r$-15-mil-apos-escritorio-de-advocacia-ficar-quase-70-dias-sem-whatsapp

G1 Santos

Justiça condena plataforma em R$ 15 mil após escritório de advocacia ficar quase 70 dias sem WhatsApp

A Justiça de Praia Grande, no litoral de São Paulo, condenou a Chatbot Maker Tecnologia da Informação S.a, conhecida como Suri, a indenizar em R$ 15 mil um escritório de advocacia por ter deixado a empresa durante 69 dias sem acesso ao WhatsApp. A plataforma presta serviços para que estabelecimentos comerciais usem possam usar o WhatsApp Business API. Da decisão, cabe recurso. O escritório do advogado Thyago Garcia, em Praia […]

today5 de junho de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%