G1 Mundo

Brasil cai duas posições no ranking de desenvolvimento humano

today13 de março de 2024 5

Fundo
share close

O IDH, Índice de Desenvolvimento Humano, vai de 0 a 1 – quanto mais perto de 1, melhor. Ele combina dados de expectativa de vida da população, renda e tempo de escolaridade.

Nas primeiras posições estão Suíça, Noruega e Islândia. Na América do Sul, o Brasil está atrás do Chile (44º lugar), Argentina (48º) e Uruguai (52º).

Os dados para a elaboração do ranking foram coletados em 2022.



O Brasil aparece na lista com um IDH de 0,760, semelhante ao que o país tinha antes da pandemia, quando ocupava a posição de número 84. O IDH Mundial é de 0,739.

Apesar do desempenho estagnado há uma década no ranking, país permanece no grupo de nações com alto índice de desenvolvimento humano.

Entre os entraves para o desempenho brasileiro, segundo a ONU, está a dificuldade em dar continuidade para políticas públicas.

Isso prejudica, por exemplo, o desempenho na educação. Neste caso, o tempo médio de permanência na escola subiu muito pouco entre 2021 e 2022, chegando a 8,2 anos de estudo.

O tempo mínimo de estudo só na educação básica são 12 anos – do início da alfabetização até a conclusão do Ensino Médio.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

mesmo-com-guerra-na-ucrania,-economia-resiliente-na-russia-pode-ajudar-na-reeleicao-de-putin;-votacao-comeca-sexta

G1 Mundo

Mesmo com guerra na Ucrânia, economia resiliente na Rússia pode ajudar na reeleição de Putin; votação começa sexta

Fora isso, pouco mudou economicamente para a maioria das pessoas na Rússia dois anos após o início da Guerra na Ucrânia, nem mesmo com as sanções do Ocidente. Essa sensação de estabilidade é um trunfo fundamental para o presidente russo, Vladimir Putin, orquestrar sua vitória pré-determinada nas eleições da Rússia, que acontecem de 15 a 17 de Março. Caso reeleito, como previsto, Putin terá seu quinto mandato de seis anos […]

today13 de março de 2024 16

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%