G1 Mundo

Brasileiro é espancado durante ataque xenofóbico em Portugal: ‘chutou minha cara e minhas costelas’

today12 de junho de 2023 8

Fundo
share close

Um brasileiro foi agredido em Portugal, por um homem que questionou a nacionalidade dele, durante um ataque xenofóbico em Braga, cidade onde mora. O pernambucano Saulo Jucá é engenheiro civil, tem cidadania portuguesa e trabalha com fiscalização de obras.

Ele estava em uma cafeteria e conversava com o proprietário do estabelecimento quando foi abordado pelo agressor. “Ele me agrediu, chutou minha cara e minhas costelas”, disse.

O ataque aconteceu no sábado (10), data em que se comemora o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, feriado nacional do país. Nesta segunda-feira (12), Saulo contou ao g1 que tinha saído com dois amigos nas proximidades de sua casa.



Depois que se despediu dos amigos, Saulo permaneceu na área externa da cafeteria, enquanto conversava com a namorada por videochamada. Ele contou que tinha percebido o homem que o agrediu com sinais de embriaguez antes da confusão.

“Eu notei um movimento estranho do outro lado da rua. Tinha um homem visivelmente embriagado acompanhado da mãe, que não queria que ele bebesse. Era o Dia de Portugal, e eu nem sabia disso. Entrei no café porque não achei uma ‘vibe’ boa”, afirmou o engenheiro.

Saulo Jucá foi espancado durante ataque xenofóbico em Portugal — Foto: Reprodução/WhatsApp

O brasileiro conversava com o dono do café quando o homem entrou alterado no estabelecimento. “Ele notou pelo meu sotaque que eu era brasileiro”, afirmou. O homem questionou a nacionalidade de Saulo e, quando confirmou que se tratava de um brasileiro, iniciou as agressões.

“Enquanto ele me batia, a mãe dele dizia ‘você vai ser preso de novo’. Isso aconteceu entre as 20h e as 21h. Depois disso, eu fui socorrido por uma ambulância, e a polícia chegou na sequência. Eu não cheguei a ver os policiais, porque o socorro veio primeiro”, disse a vítima.

Saulo foi internado e permaneceu no hospital até o fim da manhã do domingo (11). Em seguida, procurou uma delegacia para prestar queixa acompanhado do irmão. O exame de corpo de delito foi realizado nesta segunda-feira.

“Eu vou colocar um advogado para cuidar do caso. Existem imagens das câmeras do local e o ataque foi filmado”, declarou.

Segundo Saulo, não é raro ouvir comentários xenofóbicos no cotidiano. “A xenofobia aqui é uma coisa que, para eles, é normal, mas para a gente não é. Eu já tinha presenciado comentários preconceituosos e racistas, mas nunca tinha sofrido xenofobia diretamente”.

Devido à gravidade dos ferimentos, o engenheiro civil vai precisar ficar três semanas em recuperação.

VÍDEOS: mais vistos de Pernambuco nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

irma-mais-velha-de-criancas-colombianas-levou-toalhas,-lanterna-e-celulares-para-selva:-‘foi-muito-inteligente’

G1 Mundo

Irmã mais velha de crianças colombianas levou toalhas, lanterna e celulares para selva: ‘Foi muito inteligente’

Segundo indígenas que participaram do resgate, as crianças consumiram frutas e encontraram um dos 100 kits jogados pelas Foras Armadas, que durou 15 dias. Irmã mais velha de crianças colombianas levou toalhas, lanterna e celulares para selva Henry Guerrero, do grupo voluntário indígena que trabalhou na busca, contou que menina foi muito inteligente em lidar com a situação. "Ela levou toalha, uma lanterna e dois celulares com que, eu acho, […]

today12 de junho de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%