G1 Mundo

Brasileiro é resgatado em alto-mar após veleiro naufragar a mais de 2 mil km da costa da África do Sul

today20 de março de 2024 6

Fundo
share close

O brasileiro Marcelo Osanai, de 38 anos, foi resgatado em alto-mar após um veleiro naufragar a mais de 2 mil quilômetros da costa da África do Sul. De acordo com as autoridades sul-africanas, o resgate aconteceu no dia 14 de março. As informações foram divulgadas nesta terça-feira (19).

O veleiro suíço Nina Pope saiu do Rio de Janeiro e fez uma parada no território ultramarino britânico de Tristão da Cunha, no meio do Oceano Atlântico, no dia 12 de março. A embarcação seguia com destino à Cidade do Cabo.

A Autoridade de Segurança Marítima da África do Sul (Samsa, na sigla em inglês) informou que, por volta da meia-noite do dia 14, recebeu uma notificação informando que um grupo de marinheiros estava enfrentando problemas.



Além do brasileiro, o grupo era formado por um tripulante suíço e um capitão alemão. A embarcação tinha 16 metros de comprimento e cerca de 5 metros de largura.

De acordo com a Samsa, antes do naufrágio, o brasileiro e o suíço embarcaram em um bote salva-vidas. No entanto, o capitão alemão do veleiro não conseguiu ir para o bote e afundou junto da embarcação. As autoridades informaram que ele não resistiu e morreu.

O veleiro Nina Pope antes de naufragar no Oceano Atlântico — Foto: Samsa/Divulgação

O brasileiro e o suíço levaram consigo dispositivos de emergência que continuaram enviando informações precisas de localização às autoridades, o que ajudou no resgate.

Com base nessas informações, o Centro de Coordenação de Resgate Marítimo da Cidade do Cabo enviou uma mensagem via rádio a um navio petroleiro que havia saído da Argentina e navegava pelo Oceano Atlântico, nas proximidades de onde o naufrágio aconteceu.

Durante a tarde do dia 14, o navio petroleiro informou que tinha avistado o bote salva-vidas com dois sobreviventes. Em seguida, a embarcação foi posicionada para fazer o resgate. Naquele momento, o mar estava agitado, com ondas de até 8 metros e ventos de 74 km/h.

Segundo a Samsa, o bote salva-vidas em que estavam o brasileiro e o suíço foi localizado a cerca de 2.400 km da Cidade do Cabo.

Os dois tripulantes foram socorridos em boas condições de saúde e levados até a Cidade do Cabo. Ambos desembarcaram na África do Sul na segunda-feira (18).

A autoridade sul-africana informou que o brasileiro está recebendo auxílio da Embaixada do Brasil no país.

Brasileiro e suíço após serem resgatados em alto-mar por navio petroleiro — Foto: Samsa/Divulgação

VÍDEOS: mais assistidos do g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

cocaina-apreendida-no-porto-de-santos-tinha-como-destino-a-australia-e-r$-60-milhoes-de-valor-de-mercado

G1 Santos

Cocaína apreendida no Porto de Santos tinha como destino a Austrália e R$ 60 milhões de valor de mercado

O destino da droga seria o Porto de Sydney, na Austrália, onde o valor do quilo bruto chega a ser 5 vezes maior do que o praticado na Europa. Receita Federal evitou que 46 kg de cocaína fossem encaminhados para a Austrália por meio do Porto de Santos — Foto: Receita Federal/Divulgação Uma ação da Receita Federal resultou na apreensão de 46 kg de cocaína no Porto de Santos. A […]

today20 de março de 2024 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%