G1 Mundo

Brasileiros são autorizados a sair da Faixa de Gaza

today10 de novembro de 2023 2

Fundo
share close

A Embaixada brasileira na Palestina estava monitorando a situação de 34 pessoas na Faixa de Gaza, sendo 24 brasileiros, sete palestinos em processo de imigração e três palestinos que ainda vão dar início ao processo.

A única pessoa que não foi colocada na lista é a avó da jovem Shahed al-Banna, Jamila Ewaida. A idosa tem cidadania palestina e ainda dará início ao processo de imigração para o Brasil.

O grupo que foi autorizado a sair nesta sexta-feira faz parte de uma relação com quase 600 nomes de cidadãos de 15 países, incluindo Estados Unidos, Canadá, Índia, China, Polônia e outros.



Hasan Habee, um dos brasileiros que esperava pela saída, disse que parte do grupo viajou de ônibus da cidade de Khan Yunis até a passagem de Rafah.

“Espero que a gente consiga viajar hoje. A chance é muito grande. Talvez tenha alguma dificuldade, mas espero que não aconteça isso”, afirmou.

Essas pessoas irão cruzar a fronteira da Faixa de Gaza com o Egito por meio da passagem de Rafah, nas próximas horas.

Estrangeiros cruzam a fronteira da Faixa de Gaza em Rafah — Foto: Hatem Ali / AP Photo

A retirada de pessoas com outras nacionalidades da Faixa de Gaza faz parte de um acordo entre Israel, Egito e o Hamas. As negociações foram mediadas pelo Catar, com coordenação dos Estados Unidos.

Ao passo que as listas iam saindo, brasileiros que aguardavam autorização relataram o desespero diante da espera para sair de Gaza.

Diante da repercussão negativa, o ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, chegou a afirmar que o chanceler de Israel havia garantido que a lista com o nome de brasileiros seria publicada até quarta-feira (8).

No entanto, a promessa não se cumpriu. Além disso, a passagem de Rafah acabou sendo fechada por questões de segurança ainda na quarta-feira, sendo reaberta nesta quinta-feira (9).

O governo brasileiro ofereceu acolhimento com atendimento médico, assistência social e regularização migratória ao grupo que será repatriado.

De acordo com Botelho, quem tiver vínculos no Brasil e queira se abrigar em outras cidades, terá o deslocamento garantido após concluir a regularização da documentação.

VÍDEOS: mais assistidos do g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

morre-frank-borman,-astronauta-que-comandou-primeira-missao-ao-redor-da-lua

G1 Mundo

Morre Frank Borman, astronauta que comandou primeira missão ao redor da Lua

Frank Borman, o astronauta da Nasa que dirigiu a missão Apollo 8 em 1968, o primeiro voo espacial tripulado em volta da Lua, morreu aos 95 anos, informou a agência espacial dos Estados Unidos nesta quinta-feira (9). Borman morreu no dia 7 de novembro em Billings, Montana (noroeste), segundo a informação divulgada em um comunicado da Nasa. "Hoje lembramos um dos melhores da Nasa", disse o administrador da agência, Bill […]

today10 de novembro de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%