Gospel Prime

Brian Houston, da Hillsong, diz que pai era pedófilo em série

today22 de dezembro de 2022 9

Fundo
share close

O ex-pastor sênior global e fundador da rede de Igrejas da Hillsong, Brian Houston, disse a um tribunal na Austrália que seu pai, Frank, era um “pedófilo em série”, reconhecendo que a denominação deveria ter emitido uma declaração pública sobre a razão pela qual seu pai foi destituído em 1999.

“Não tenho dúvidas agora que meu pai era um pedófilo em série, e provavelmente nunca saberemos a extensão disso”, disse Houston, que se declarou inocente de ocultar o abuso sexual de seu pai, ao tribunal local de Downing Centre.

De acordo com The Christian Post, após uma investigação de dois anos pela Polícia de Nova Gales do Sul, em agosto passado Brian Houston foi formalmente acusado de não ter denunciado o abuso de seu pai sobre um jovem.

Desta forma, as autoridades acusam Houston, 68 anos, de “conhecer informações relacionadas ao abuso sexual de um jovem do sexo masculino nos anos 70 e de não ter levado essa informação à atenção da polícia”. No entanto, Houston negou qualquer ato ilícito.

Além disso, durante o mandato de Frank Houston como líder ele foi acusado de ter abusado de diversos jovens na Nova Zelândia e na Austrália. Brian Houston supostamente forçou imediatamente seu pai a se demitir com uma pensão, uma vez que soube das reclamações contra ele em 1999.



Logo, Houston disse ao tribunal que pensava na época que seu pai, que morreu em 2004, não era “um perigo” para a comunidade, por suas condições de saúde deteriorada, e que o abuso ocorreu dentro de uma “temporada”.

Segundo documentos do tribunal, Brian Houston sabia sobre o abuso já em setembro de 1999. Frank Houston foi o chefe das Assembléias de Deus na Nova Zelândia até 1971. Houston afirma ter respeitado os desejos da vítima de seu pai, Brett Sengstock, ao não denunciar a alegação às autoridades.

Por fim, Brian Houston rejeitou as alegações dos promotores de justiça de que ele só revelou a confissão de seu pai a figuras da igreja para que ele pudesse “ter controle” sobre um escândalo em potencial. Ele também negou alegações de que $10.000 foram pagos a Sengstock em troca de seu silêncio. 




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

procon-guaruja-realiza-operacao-verao-para-fiscalizar-consumacao-minima-nas-praias

Prefeitura de Guarujá

Procon Guarujá realiza Operação Verão para fiscalizar consumação mínima nas praias

 A iniciativa tem como intuito orientar os comerciantes e evitar práticas abusivas ao consumidor Ambulantes, quiosques, carrinhos e restaurantes localizados nas praias de Guarujá estão na mira do Procon da Cidade, através da Operação Verão, que tem como principal objetivo fiscalizar principalmente, a exigência mínima de consumação ao cliente. A fiscalização acontece nas praias do Tombo, Pitangueiras, Pernambuco, Guaiúba, Astúrias e Enseada. Os fiscais também verificam itens como a ausência de […]

today22 de dezembro de 2022 14

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%