G1 Mundo

Camilla deixa de ser ‘rainha consorte’ para ser chamada de ‘rainha’ na coroação; entenda

today6 de maio de 2023 61

Fundo
share close

Camilla Parker Bowles também será coroada no sábado (6), na Abadia de Westminster, em Londres, na cerimônia de coroação do marido, rei Charles III. Com isso, a monarca deixará de ser chamada de “rainha consorte” e passará a ser nomeada apenas como “rainha”.

Casada com o monarca desde 2005, a antiga duquesa da Cornualha recebeu o título de rainha consorte após a morte de Elizabeth II, no ano passado.

O título de rainha consorte é dado à esposa do rei vigente. O conceito é diferente do título de rainha – caso de Elizabeth II –, destinado a quem já nasce na família real e está na linha de sucessão.



Uma rainha consorte tem, em tese, a mesma posição social e o status do cônjuge. Historicamente, no entanto, não possui os mesmos poderes políticos.

Desde abril, no entanto, a britânica passou a ser chamada oficialmente apenas como “rainha Camilla”, sem o “consorte”. Contudo, a mudança é apenas uma questão de nomenclatura e não interfere nas funções ou no título oficial da esposa de Charles.

A BBC entrevistou uma pessoa ligada à realeza que explicou, sob condição de anonimato, que no começo do reinado de Charles III fazia sentido usar o título de “rainha consorte” para diferenciar Camilla de sua antecessora e evitar confusões. No momento da coroação, entretanto, tempo suficiente da morte de Elizabeth II já teria passado e seria apropriado chamar a nova monarca apenas de “rainha”.

O então príncipe Charles da Grã-Bretanha e Camilla deixam a Capela de São Jorge no Castelo de Windsor, sul da Inglaterra, após o Serviço de Oração e Dedicação após seu casamento, em 9 de abril de 2005. — Foto: REUTERS/Toby Melville

Aprovação de Elizabeth II

A rainha Elizabeth II já preparava essa transição. Em mensagem à nação em fevereiro de 2022, a monarca disse desejar que Camilla fosse chamada de “rainha consorte” quando Charles se tornasse rei.

“É meu desejo sincero que, quando chegar a hora, Camilla seja conhecida como ‘rainha consorte’, enquanto continua seu próprio serviço leal”, disse Elizabeth II, na véspera da celebração dos 70 anos de seu reinado.

Camilla era tida como amante do príncipe Charles durante o casamento dele com a princesa Diana – e, por isso, não era querida pelo público. Mas, anos depois, ela viu seu índice de aprovação crescer graças a um esforço contínuo para criar uma imagem favorável e, também, por ter boa relação com alguns veículos de imprensa. ainda assim, ela é menos popular que “queridinhos” da opinião pública na família real, como William e Kate.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%