G1 Mundo

‘Catracaço’: após governo Milei aumentar tarifa, passageiros pulam catraca de estações de trem e metrô em Buenos Aires; VÍDEO

today1 de março de 2024 3

Fundo
share close

Em protesto contra seguidos reajustes dos bilhetes de trem e de metrô promovidos pelo governo de Javier Milei, passageiros pularam nesta sexta-feira (1) catracas das estações para não pagar passagem em Buenos Aires.

“Hoje o estado banca artificialmente preços baixíssimos de tarifas de energia e de transporte por meio de subsídios”, disse em 12 de dezembro Luís Caputo, ministro da Economia.

O “Molinetazo”, ou “catracaço”, foi convocado por estudantes de esquerda. O protesto foi marcado para o mesmo dia do começo do ano legislativo na Argentina e do discurso do presidente Javier Milei para o Congresso. Ele falará às 21h.



Desde que Milei assumiu, os reajustes das tarifas tem acontecido mês a mês. No caso do metrô, por exemplo, a alta foi de 56% desde dezembro:

  • Dezembro de 2023: 80 pesos (R$ 0,47 na cotação atual)
  • Janeiro de 2024: 110 pesos (R$ 0,65 na cotação atual)
  • Fevereiro de 2024: 125 pesos (R$ 0,73 na cotação atual)

Segundo o jornal “Página 12”, estão previstos aumentos em todos os meses até junho, quando a tarifa de metrô chegará a 757 pesos (R$ 4,45 na cotação atual). No caso dos trens, o reajuste no valor mínimo (as faixas de preço variam por trecho) foi de 247,7%.

O valor do salário mínimo em fevereiro é de 180 mil pesos (R$ 1.057, na cotação atual).

Na Argentina, a tarifa de ônibus varia de acordo com a distância que o passageiro percorre.

Segundo os organizadores do protesto, o propósito é mandar uma mensagem ao presidente Milei, que com o aumento de tarifa as pessoas têm dificuldades para ir estudar e trabalhar.

A empresa Trens Argentinos afirmou ao jornal “La Nación” que as pessoas flagradas pulando a catraca ou viajando de graça são obrigadas a passar o bilhete SUBE (o cartão de transporte) e pagar a tarifa. Se a pessoa não tiver saldo, cobra-se uma multa de 1.300 pesos (R$ 7,64).




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

governo-biden-vai-usar-avioes-para-lancar-ajuda-humanitaria-em-gaza

G1 Mundo

Governo Biden vai usar aviões para lançar ajuda humanitária em Gaza

Ainda não foi informado quando exatamente vai acontecer essa entrega aérea de ajuda humanitária em Gaza, mas autoridades dos EUA ouvidas pela Reuters também disseram que poderia ocorrer nos próximos dias. "Pessoas inocentes foram pegas em uma guerra terrível, incapazes de alimentar suas famílias, e você viu a resposta quando tentaram obter ajuda. Precisamos fazer mais. Os Estados Unidos vão se unir aos nossos amigos da Jordânia e outros para […]

today1 de março de 2024 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%