G1 Mundo

China rejeitou ligação do chefe do Pentágono no dia da derrubada do balão

today8 de fevereiro de 2023 12

Fundo
share close

A China rejeitou, no último sábado (4) o pedido dos Estados Unidos para uma chamada telefônica entre o chefe do Pentágono, Lloyd Austin, e seu homólogo Wei Fenghe.

Foi no sábado, um avião de combate americano derrubou um balão chinês que sobrevoava os EUA.

“Imediatamente após tomar medidas para derrubar o balão da China, o Departamento de Defesa fez uma solicitação de chamada segura” entre Austin e Wei, disse o porta-voz do Pentágono, general Pat Ryder. Ele afirmou também que a China rejeitou o pedido. “Nosso compromisso de abrir linhas de comunicação continuará”, afirmou.



A China afirma que se tratava de um balão meteorológico errante, sem objetivo militar, mas o governo americano o classifica como um veículo de espionagem a grande altura.

EUA recuperam partes do balão chinês considerado espião abatido no fim de semana

EUA recuperam partes do balão chinês considerado espião abatido no fim de semana

No sábado, depois de cruzar o centro dos EUA e de passar por várias instalações militares secretas, o balão se dirigiu para a costa leste. Foi nesse momento que um avião de combate o derrubou.

Visita de Pelosi a Taiwan

Austin e Wei se reuniram no Camboja em novembro, quando Washington e Pequim tentavam diminuir a tensão após uma visita de Nancy Pelosi, então presidente da Câmara dos Representantes, a Taiwan, o que enfureceu a China.

O incidente do balão elevou as tensões e levou o secretário de Estado americano, Antony Blinken, a cancelar uma viagem a Pequim.

Na segunda-feira, o presidente Joe Biden defendeu a decisão de esperar até que o balão tivesse cruzado o país para derrubá-lo e explicou que o Departamento de Defesa concluiu que era melhor fazê-lo sobre a água.

O porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, John Kirby, disse no mesmo dia que medidas foram tomadas para minimizar a capacidade do balão de coletar informações durante o voo e ainda melhorar a capacidade de recuperar dados desse mecanismo.

O general Glen VanHerck, chefe do Comando Norte dos Estados Unidos, indicou que um navio da Marinha inspeciona a área para recuperar os restos do balão, que tinha cerca de 60 metros de altura e transportava uma espécie de cesta de mais de uma tonelada.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

bateria-de-computador-pega-fogo-durante-voo-nos-eua,-e-aviao-precisa-voltar-a-cidade-de-onde-havia-decolado

G1 Mundo

Bateria de computador pega fogo durante voo nos EUA, e avião precisa voltar a cidade de onde havia decolado

Quatro tripulantes foram levados ao hospital como precaução. Nenhum passageiro ficou ferido. Imagem de um Boeing 737 do site da United — Foto: Reprodução/united.com Um avião da United Airlines que decolou de San Diego, nos Estados Unidos, com destino a Nova Jersey, precisou voltar para a cidade de origem nesta terça-feira (7) depois que uma bateria de computador portátil pegou fogo. De acordo com a Agência Federal de Aviação dos […]

today8 de fevereiro de 2023 14

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%