G1 Mundo

Cidadãos de 31 países já tiveram permissão para deixar Faixa de Gaza; veja lista

today8 de novembro de 2023 8

Fundo
share close

O Brasil não está entre esses países.

Um mês depois do início da guerra, um grupo de 34 brasileiros ainda aguarda autorização para deixar a zona de guerra por meio da passagem de Rafah, na fronteira do Egito com a região sul da Faixa de Gaza .

Quando a saída de estrangeiros começou, o governo Lula (PT) previu que os brasileiros estariam nas primeiras listas de pessoas a deixarem a Faixa de Gaza. A previsão não se concretizou.



Os brasileiros que estão na região receberam a sinalização de que devem ser autorizados a cruzar a fronteira nesta quinta-feira (9). A informação não foi confirmada pelo governo até a publicação da reportagem.

As saídas de estrangeiros começaram em 1º de novembro. Uma fonte ouvida pela agência Reuters afirmou que a abertura foi permitida por meio de um acordo mediado pelo Catar com Israel, Egito e com o Hamas e que os Estados Unidos coordenavam os esforços.

OS EUA são o país com maior número de cidadãos autorizados a cruzar a fronteira e deixar a Faixa de Gaza, são 1.253 ao todo. A Alemanha é o segundo país mais beneficiado, com 335.

Ao todo, EUA e Alemanha são os países que mais vezes foram contemplados nas listas. Dos seis grupos que cruzaram a fronteira na última semana, quatro tinham cidadãos norte-americanos e alemães.

Enquanto isso, Israel é pressionado pela Organização das Nações Unidas (ONU), pelo G7 e por outros países para fazer uma pausa humanitária nos bombardeios na região.

A área onde fica a passagem de Rafah para o Egito já ficou fechada por dois dias após bombardeios feitos por Israel.

Infográfico mostra limites entre Faixa de Gaza, Rafah, Israel e Egito. — Foto: Editoria de arte/g1

Na terça (6), soldados israelenses entraram na Cidade de Gaza. Segundo o ministro da Defesa de Israel, Yoav Gallant, o exército chegou ao “coração” da cidade.

Gallant afirmou também que as tropas já identificaram o bunker em Gaza onde estaria Yahya Sinwaro, líder do Hamas, além dos número 2 do grupo terrorista, que não teve o nome divulgado.

Agora, a perspectiva é de que Israel entre na segunda fase da incursão à Faixa de Gaza. O plano detalhado em outubro pelo ministro israelense prevê três fases.

A nova etapa inclui identificar e neutralizar alvos do Hamas que estejam escondidos dentro do território.

Até a publicação da reportagem, haviam sido registrados 11.728, sendo 10.569 em Gaza, segundo o grupo terrorista Hamas (o número não foi confirmado de forma independente), e 1,4 mil Israel.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

passagem-de-rafah-e-fechada,-e-saida-de-brasileiros-de-gaza-deve-demorar-ainda-mais

G1 Mundo

Passagem de Rafah é fechada, e saída de brasileiros de Gaza deve demorar ainda mais

A passagem de Rafah, na fronteira da Faixa de Gaza com o Egito, foi fechada nesta quarta-feira (8) por motivos de segurança. A informação já chegou à diplomacia brasileira. Com isso, a população civil de diversas nacionalidades, inclusive os brasileiros, que esteja querendo fugir da guerra em Gaza fica temporariamente impedida de sair da região. Rafah é a única saída viável. As pessoas que deixariam Gaza nesta quarta não puderam […]

today8 de novembro de 2023 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%