G1 Mundo

Com superpopulação, zoo da Argentina vai enviar 60 felinos para santuário na Índia

today11 de abril de 2024 7

Fundo
share close

Cerca de 60 felinos vão ser transferidos do zoológico de Luján, na Argentina, para um santuário de animais na Índia. De acordo com os funcionários, a transferência é necessária pois há uma superpopulação de tigres e leões.

O zoo de Luján ficou famoso porque permitia que os visitantes entrassem em algumas jaulas e acariciassem os animais.

Com a pandemia de Covid-19, o zoológico fechou. Há planos para uma reabertura, mas, antes disso, os funcionários precisavam lidar com a superpopulação. Além de tigres e leões, há animais híbridos, resultados de cruzamentos entre as duas espécies, e também pumas, que são das Américas.



O santuário animal na Índia pertence ao filho do empresário Mukesh Ambani. O local tem milhares de hectares e também abriga um centro de resgate de elefantes.

De acordo com o administrador do zoológico Diego Mazzol, as autoridades da Argentina e a reserva da Índia já aprovaram a transferência.

Zoológico da Argentina vai enviar 60 felinos para santuário na Índia

Zoológico da Argentina vai enviar 60 felinos para santuário na Índia

Visitantes dentro das jaulas

De acordo com uma reportagem da BBC de 2014, o dono do zoológico na época afirmava que ele domesticava os animais selvagens criando-os em cativeiro ao lado de cães.

A permissão para que visitantes entrassem nas jaulas, no entanto, desagradava especialistas e representantes de entidades de proteção aos animais, que diziam que havia riscos de propagação de doenças entre humanos e os bichos e que os tigres e leões poderiam atacar.

Segundo reportagens da mídia argentina, o zoológico ainda está fechado, mas há famílias que vão ao local para ver os animais mesmo da rua.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

trump-diz-acreditar-que-arizona-foi-longe-demais-ao-reativar-lei-de-1864-sobre-proibicao-do-aborto

G1 Mundo

Trump diz acreditar que Arizona foi longe demais ao reativar lei de 1864 sobre proibição do aborto

Na terça-feira (9), a Suprema Corte do Arizona reativou a lei do século 19 para proibir o aborto em quase qualquer circunstância. A exceção vale para quando a vida da gestante está em risco. Ao ser questionado por um jornalista sobre se achava que o Arizona havia ido "longe demais" ao manter uma proibição quase total do aborto, Trump concordou. "Sim, foram [longe demais], e isso será corrigido", disse. Trump […]

today11 de abril de 2024 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%