G1 Santos

Comerciante faz ‘carnaval’ na enchente e dança ‘zona de perigo’ em protesto contra alagamentos no litoral de SP; VÍDEO

today20 de fevereiro de 2023 121

Fundo
share close

Uma comerciante e influenciadora digital, de 29 anos, não quis passar o carnaval em casa e fez questão de dançar na enchente em São Vicente, no litoral de São Paulo, durante o temporal que atingiu a Baixada Santista. Maria dos Santos Tavares publicou vídeos dançando em meio à água da chuva. (veja acima).

Segundo ela, a ideia de gravar os vídeos foi do marido, que associou a letra da música ‘Zona de Perigo’, do cantor Léo Santana, com a situação que eles vivem causada pelos alagamentos. “Foi gravado com humor e ironizando a situação. Muitos moradores gostam de curtir a festa, inclusive nós, porém, nesse caso, ficou muito difícil“.

A dança foi gravada na Avenida Dom Pedro II, no bairro Cidade Náutica. “Moro aqui há cerca de três anos e desde que vim passo por situações de alagamento frequentemente, inclusive em momentos sem chuva, quando a maré está alta”.



Ela se mudou para morar com a família do marido que vive na região há mais de 20 anos. “O vídeo está com um repercussão grande, a maioria entendeu a situação e gostou, mas nunca podemos agradar a todos. Já imaginava que algumas pessoas não gostariam”.

Alguns, segundo ela, até desejaram que ela contraísse leptospirose [ doença infecciosa febril aguda que é transmitida a partir da exposição direta ou indireta à urina de animais]. “Mas quando precisamos passar por essa água para transitar na cidade ninguém se preocupa. Infelizmente é um risco que a maioria dos vicentinos estão correndo há anos com as enchentes”.

De acordo com ela, com dança ou não, os moradores da cidade estão sem alternativa e precisam passar pela água. “Eu sou uma pessoa bem humorada, daquelas que ri dos próprios problemas. Meu foco nas redes sociais é ser uma pessoa real. Não concordo em passar imagem de uma vida perfeita“.

A comerciante afirmou que publica os vídeos para ajudar outras mulheres a serem felizes com o próprio corpo. “Principalmente através das danças, mas gosto de trazer muitos conteúdos, falo de tudo que envolve minha vida, como maternidade, por exemplo”.

Dançando na enchente e com prancha de surf, comerciante de São Vicente, SP, ironizou situação do carnaval chuvoso — Foto: Reprodução/Instagram

Em nota, a Prefeitura de São Vicente, por meio da Defesa Civil, informou que o acumulado de chuva nas últimas 72h foi de 211,4 mm. A cidade está em estado de atenção.

Até o momento, não houve acionamento do órgão ou da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) para ocorrências de relevância, mas informou que há pontos de alagamentos na rua Frei Gaspar e avenida Castelo Branco, na Cidade Náutica; na avenida Augusto Severo, na Vila Fátima e Parque São Vicente; além de algumas ruas do Jockey Clube.

O g1 questionou a administração municipal sobre a situação na Avenida Dom Pedro II e se gostariam de se posicionar sobre os vídeos da moradora, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

mulher-que-evitou-atropelamento-de-crianca-com-autismo-que-‘escapou’-de-escola-diz-que-deus-a-colocou-para-salva-la

G1 Santos

Mulher que evitou atropelamento de criança com autismo que ‘escapou’ de escola diz que Deus a colocou para salvá-la

Em nota, a Prefeitura de Santos esclareceu que, em nenhum momento, eximiu-se da responsabilidade da escola em relação à aluna e, conforme informado na última quinta-feira (16), um dia após o ocorrido, informou apurar, baseada em depoimentos, se a menina teria saído da unidade acompanhada da mãe de uma colega de classe - informação negada pela mulher citada. Adeilda contou que já na rua, após ter pegado a filha, percebeu […]

today20 de fevereiro de 2023 17

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%