G1 Mundo

Como o resgate das crianças na Colômbia uniu militares e indígenas e aliviou tensões no governo Petro

today15 de junho de 2023 6

Fundo
share close

Em entrevista a Natuza Nery, o enviado especial da Globo, Thiago Lannoy, relata como o resgate engajou a Colômbia.

Após 40 dias de buscas, as crianças que sobreviveram a queda de um avião na Colômbia foram encontradas com vida. A busca pelos irmãos Mucutuy, que têm entre 1 e 13 anos, mobilizou forças militares e comunidades indígenas em um país historicamente dividido por conflitos armados.



Em entrevista a Natuza Nery, o jornalista Thiago Lannoy , enviado especial da Globo à Colômbia, relata como o resgate às crianças indígenas engajou o país.

Militares e indígenas que participaram do resgate posam para foto com as quatro crianças resgatadas 40 dias após se perderem na selva da Colômbia, em 9 de junho de 2023. — Foto: Forças Armadas da Colômbia via AP

Ele relembra o caso “dos falsos positivos”, indígenas acusados por militares de fazer parte de grupos guerrilheiros. E como “colombianos estão surpresos ao ver militares e indígenas juntos na floresta nas buscas”.

Thiago Vidal, diretor de análise política para a América Latina, relembra a relação conflituosa entre indígenas e guerrilheiros na Amazônia colombiana. “Comunidades agrícolas e indígenas foram as mais prejudicadas pelo avanço do narcotráfico”, explica, ao lembrar os “desplazados”, pessoas obrigadas a sair de suas terras pelo avanço do tráfico e das guerrilhas.

Ouça a entrevista completa do podcast O Assunto

Colômbia divulga novas imagens do resgate das crianças sobreviventes de acidente aéreo

Colômbia divulga novas imagens do resgate das crianças sobreviventes de acidente aéreo

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

como-japao-foi-de-passado-imperialista-a-pacifismo-previsto-pela-constituicao

G1 Mundo

Como Japão foi de passado imperialista a pacifismo previsto pela Constituição

Previsto na Constituição pós 2ª Guerra, esse conceito é baseado na “renúncia à guerra” pelo Japão, assim como na promessa de que o país nunca manteria tropas militares. Mas a situação cada vez mais volátil da região tem estimulado analistas e representantes políticos de diversas partes do mundo a discorrer sobre "a morte do pacifismo japonês". Uma reforma da Constituição era uma das principais plataformas políticas de Shinzo Abe, o […]

today15 de junho de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%