G1 Mundo

Como os padres católicos podem abençoar uniões homoafetivas?

today26 de dezembro de 2023 6

Fundo
share close

O objetivo geral é deixar bem claro para o casal e todos ao redor que essa bênção não se assemelha de forma alguma ao casamento, porque a Igreja Católica ensina que o casamento é uma união vitalícia entre um homem e uma mulher.

Nada mudou no posicionamento da igreja sobre o casamento, sua firme oposição ao casamento homoafetivo, ou sua crença de que qualquer tipo de sexo extraconjugal, homo ou heterossexual, é pecado.

O documento do Dicastério para a Doutrina da Fé do Vaticano diz expressamente que os padres podem oferecer bênçãos a casais do mesmo sexo, desde que as bênçãos em si não se assemelhem de forma alguma a um casamento. Para evitar qualquer tipo de confusão, elas não devem ser oferecidas em conjunto com uma cerimônia de união civil, homo ou heterossexual.



Isso significa que os padres podem casas os casais LGBTQIA+?

Não. Nada mudou quanto à firme oposição da Igreja Católica ao casamento homoafetivo, nem quanto ao ensinamento de que os atos homossexuais são “intrinsecamente perturbados”. O objetivo desse documento, na verdade, é permitir que qualquer casal em uma “união irregular” procure e receba o amor e a misericórdia de Deus por meio de uma bênção. Isso pode incluir casais LGBTQ+ e casais heterossexuais que não se casaram na igreja.

Como essas bençãos podem ser realizadas?

Essas bênçãos podem ser oferecidas durante uma visita a um santuário católico, durante um encontro com um sacerdote, uma oração recitada em grupo, ou durante uma peregrinação. Mas elas não podem ser realizadas com “nenhuma roupa, gesto ou palavras próprias de um casamento”.

Essas orações estão escritas?

Para evitar qualquer confusão com as orações oficiais da igreja, a bênção não deve ser codificada, nem estabelecida em procedimentos ou rituais definidos pelas dioceses ou conferências episcopais. Os padres devem ser treinados para oferecer bênçãos “espontaneamente” fora do conjunto de bênçãos aprovadas pela igreja.

Há mais novidades em vista?

Uma cerimônia de bênção pública com centenas de fiéis acontece diante da catedral de Colônia, Alemanha, em 20 de setembro de 2023 — Foto: Martin Meissner/AP

Para deixar clara a natureza informal e espontânea dessas bênçãos, o Vaticano declarou que não tem planos de regular detalhes ou aspectos práticos sobre as bênçãos às uniões homoafetivas, nem responder a mais perguntas sobre elas, deixando a tarefa a cargo de cada sacerdote, individualmente.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

governo-milei-nao-renovara-contrato-de-cerca-de-7-mil-funcionarios-publicos,-diz-imprensa-local

G1 Mundo

Governo Milei não renovará contrato de cerca de 7 mil funcionários públicos, diz imprensa local

Segundo os principais jornais argentinos, decreto deve ser anunciado nesta terça-feira (26). Homem segura bandeira da Argentina diante do Congresso do país em Buenos Aires em 21 de dezembro de 2023 — Foto: Agustin Marcarian/REUTERS O governo de Javier Milei anunciará nesta terça-feira (26) que não irá renovar o contrato de funcionários públicos com menos de 1 ano de trabalho, relataram os principais jornais da Argentina. A medida, segundo a […]

today26 de dezembro de 2023 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%