G1 Mundo

Conselheiro de Segurança dos EUA deve se encontrar com Lula em visita ao Brasil

today29 de novembro de 2022 7

Fundo
share close

O conselheiro de Segurança dos Estados Unidos, Jake Sullivan, deve se encontrar com o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva em 5 de dezembro, em visita que o representante do governo americano fará ao Brasil.

Uma autoridade do governo norte-americano informou que Sullivan virá ao país acompanhado de Juan Gonzalez, assessor do governo Joe Biden para a América Latina.

Os altos funcionários da Casa Branca também se encontrarão com autoridades do governo de Jair Bolsonaro.



Em agosto de 2021, Sullivan veio ao Brasil e se encontrou com Bolsonaro, além de membros de seu governo, como o ministro das Relações Exteriores, Carlos França, e o vice Hamilton Mourão.

Na reunião, as autoridades debateram o apoio à democracia e temas relacionados ao meio ambiente. Outros pontos abordados foram o crescimento econômico e assuntos que envolvem a cooperação entre os países.

“Jake Sullivan reuniu-se hoje com o ministro do Itamaraty, Carlos França, para compartilhar perspectivas sobre vários temas relacionados com a cooperação bilateral: crescimento econômico, apoio à democracia, mais segurança para a região e promoção de ações concretas para o meio ambiente”, escreveu a embaixada à ocasião.

Em uma rede social, após as publicações da embaixada, o Ministério das Relações Exteriores também publicou mensagens sobre o encontro.

“Na ocasião, [as autoridades] discutiram temas das pautas bilateral, regional e multilateral, com objetivo de aprofundar e diversificar as áreas de trabalho conjunto e valorizar interesses compartilhados. Abordaram os desafios resultantes da pandemia e outros temas centrais para os dois países, como o desenvolvimento sustentável, a defesa da democracia e dos direitos humanos e as questões de segurança no hemisfério”, disse o Itamaraty.

Presidente Jair Bolsonaro encontra o conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Jake Sullivan em agosto do ano passado, em Brasília — Foto: Divulgação/Embaixada dos Estados Unidos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

ate-onde-irao-os-protestos-antilockdown-na-china?

G1 Mundo

Até onde irão os protestos antilockdown na China?

Enquanto a maior parte do mundo está aprendendo a conviver com o coronavírus, a China continua a impor bloqueios, a limitar a liberdade de movimento e a fechar estabelecimentos comerciais e industriais onde novos casos aparecem. Uma recente alta das infecções por covid-19 em todo o país fez com que mais pessoas fossem sujeitas a restrições. E a frustração delas resultou na maior eclosão de protestos públicos ocorrida na China […]

today29 de novembro de 2022 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%