G1 Mundo

Conselho de Segurança deve votar adesão da Palestina à ONU na quinta-feira

today17 de abril de 2024 6

Fundo
share close

Argélia redigiu resolução que recomenda aprovação da entrada da Palestina na ONU. No entanto, EUA já demonstraram oposição à proposta repetidas vezes.


Homem segura bandeira da Palestina durante confronto com forças de Israel, em 27 de janeiro de 2023 — Foto: Mohammed Salem/Reuters



O Conselho de Segurança da ONU deve ser pronunciar na quinta-feira (18) sobre o pedido da Palestina de adesão plena às Nações Unidas, indicaram várias fontes diplomáticas à AFP.

Em meio à ofensiva militar de Israel na Faixa de Gaza, os palestinos reviveram no início de abril uma candidatura à adesão que haviam apresentado pela primeira vez ao órgão mundial em 2011.

No entanto, os Estados Unidos já expressaram repetidamente oposição à proposta. Os norte-americanos possuem poder de veto no Conselho de Segurança.

A Assembleia Geral pode admitir um novo Estado membro com uma votação de dois terços da maioria, mas somente depois que o Conselho de Segurança der sua recomendação.

O bloco regional Grupo Árabe emitiu uma declaração nesta terça-feira (16) afirmando seu “apoio inabalável” à candidatura dos palestinos.

“A adesão às Nações Unidas é um passo crucial na direção certa para uma resolução justa e duradoura da questão palestina em conformidade com o direito internacional e as relevantes resoluções da ONU“, diz a declaração.

A Argélia, membro não permanente do Conselho de Segurança, redigiu a resolução que “recomenda” à Assembleia Geral “que o Estado da Palestina seja admitido como membro das Nações Unidas”.

A votação de quinta-feira coincidirá com uma reunião do Conselho de Segurança agendada várias semanas atrás para discutir a situação em Gaza, à qual se espera a presença de ministros de vários países árabes.

Os palestinos, que têm status de observador nas Nações Unidas desde 2012, têm feito lobby há anos para obter a adesão plena.

VÍDEOS: mais assistidos do g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

netanyahu-diz-que-israel-decidira-sozinho-resposta-ao-ataque-iraniano

Destaques

Netanyahu diz que Israel decidirá sozinho resposta ao ataque iraniano

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, afirmou que a resposta do seu país ao ataque do Irã, com mais de 300 drones e mísseis, será decido sozinho, após conversas com aliados. Durante o início de sua reunião semanal de gabinete, Netanyahu mencionou suas conversas com o primeiro-ministro britânico Rishi Sunak e com os ministros das Relações Exteriores do Reino Unido e da Alemanha, destacando que planeja falar com mais líderes. […]

today17 de abril de 2024 1

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%