G1 Mundo

Coreia do Norte envia tropas para região de fronteira após suspender acordo militar com a Coreia do Sul

today27 de novembro de 2023 9

Fundo
share close

Regime de Kim Jong-un suspendeu um pacto militar que mantinha com o vizinho após lançar seu primeiro satélite espião. Armas também foram enviadas para a fronteira.


Soldado do exército sul-coreano em região desmilitarizada da fronteira entre as Coreias, em 2018 — Foto: Ahn Young-joon/Pool via REUTERS



“Nos retiraremos das medidas militares tomadas para prevenir tensões militares e incidentes em todas as áreas, como terra, mar e ar, e colocaremos forças fortemente armadas e equipamento militar avançado nas zonas fronteiriças”, afirmou o Ministério de Defesa norte-coreano.

A Coreia do Sul também anunciou que pretende retomar operações militares de vigilância na fronteira após o lançamento do satélite norte-coreano.

O satélite Mallingyong-1 é considerado um equipamento espião pela Coreia do Sul e aliados. Nos últimos dias, o governo da Coreia do Norte disse que Kim Jong-un teve acesso a imagens feitas pelo dispositivo.

VÍDEOS: mais assistidos do g1

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

http://g1.globo.com/

http://g1.globo.com/




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

brasileira-relata-como-e-viver-em-cidade-ameacada-por-vulcao-na-islandia:-‘terremotos-de-3-em-3-minutos’

G1 Mundo

Brasileira relata como é viver em cidade ameaçada por vulcão na Islândia: ‘Terremotos de 3 em 3 minutos’

Os correspondentes Felipe Santana e Alex Carvalho encontraram uma brasileira, que está grávida e precisou abandonar a própria casa. Jessica e o marido Issac vivem em Grindavik, na Islândia, cidade que teve de ser esvaziada por causa de um vulcão. — Foto: Reprodução/Fantástico "Os terremotos tavam, não sei, de cinco em cinco minutos. De três em três minutos. Não parava. Não parava", desabafa Jéssica, brasileira que está grávida e prestes […]

today27 de novembro de 2023 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%