Gospel Prime

Cresce o número de sequestros de cristãos na Nigéria

today8 de dezembro de 2023 2

Fundo
share close

Relatórios recentes confirmam que os cristãos na Nigéria estão sendo alvos de sequestro e resgate, seja por criminosos em busca de dinheiro ou por militantes islâmicos com a intenção de expulsar os cristãos do país.

Em novembro, sequestradores tiraram a vida de um pastor a tiros, mesmo após receberem um resgate de um milhão de nairas da sua igreja.

Um relatório conduzido por parlamentares do Reino Unido revelou que quase 90% dos cristãos sequestrados em todo o mundo são levados na Nigéria. Além disso, um número significativo está sendo assassinado ou forçado a fugir.

A Release International, com sede no Reino Unido, descreve uma epidemia de sequestros e assassinatos que está forçando os cristãos a deixarem suas casas em uma tentativa de islamizar a Nigéria.

Na segunda-feira (04), militantes Fulani atacaram a casa de Ali no estado de Nija, deixando para trás uma cena de completa devastação quando ele retornou.



“Eles mataram meus pais e queimaram suas casas e seus corpos. Eles sequestraram meus irmãos e cinco irmãs. Eles estão mantendo minhas irmãs como escravas sexuais”, disse Ali à Release International.

Um recente relatório da International Christian Concern revela que mais de 500 cristãos perderam a vida em 55 ataques em um período de apenas quatro meses.

O relatório destaca que os cristãos enfrentam uma parcela desproporcional de assassinatos e sequestros.

A Nigéria, de acordo com essas informações, transformou-se em um cemitério para os seguidores da fé cristã e é, indiscutivelmente, o local mais perigoso para ser cristão no mundo hoje.

Esses relatórios confirmam o que a Release International e outros têm afirmado há bastante tempo: a Nigéria emergiu como a capital mundial dos sequestros, e os cristãos estão sendo alvo de ataques com o intuito de expulsá-los de suas terras.

A Release International insta a implementação de medidas de segurança mais robustas para erradicar essa epidemia de sequestros e proteger as comunidades cristãs vulneráveis na Nigéria.

A organização cristã apela a uma maior segurança para erradicar esta epidemia de sequestros e para proteger as comunidades cristãs vulneráveis ​​da Nigéria.

Embora tenha perdido toda a família, Munday Ali disse: “Posso perdoar, mas é muito difícil esquecer o que aconteceu. Quando leio a Bíblia, a Palavra de Deus, sinto-me consolado. Por favor, ore para que minhas irmãs sejam libertadas do cativeiro, para que eu possa dar glória a Deus.”

Release International é um ministério cristão que trabalha através de igrejas parceiras locais em cerca de 30 países em todo o mundo, ajudando cristãos perseguidos em oração, pastoralmente e na prática cristã.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

prefeito-de-guaruja-cobra-ecovias-sobre-filas-de-pedagios

Prefeitura de Guarujá

Prefeito de Guarujá cobra Ecovias sobre filas de pedágios

Chefe do Executivo também voltou a cobrar a iluminação da Rodovia Cônego Domenico Rangoni O prefeito de Guarujá, cobrou providências da concessionária Ecovias, responsável pelo sistema Anchieta/Imigrantes, respeito das filas do pedágio que geram congestionamento e impactam o trânsito local. A reivindicação foi feita na última quinta-feira (7), em reunião com representantes da empresa no Paço Moacir dos Santos Filho. O chefe do Executivo também voltou a solicitar a implantação […]

today8 de dezembro de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%