G1 Mundo

Crianças perdidas na selva colombiana fugiram ao ouvir gritos de militares que as buscavam, diz avô

today11 de junho de 2023 6

Fundo
share close

Irmãos passaram 40 dias na em área densa de floresta após avião em que estavam cair na região. Eles foram encontrados na sexta (11), após uma operação de busca histórica que mobilizou todo o país.


Militares e indígenas que participaram do resgate posam para foto com as quatro crianças resgatadas 40 dias após se perderem na selva da Colômbia, em 9 de junho de 2023. — Foto: Forças Armadas da Colômbia via AP



As quatro crianças indígenas que passaram 40 dias desaparecidas na selva colombiana após sobreviverem a um acidente de avião se esconderam e fugiram ao ouvir gritos dos militares que buscavam por eles, disse neste domingo (11) o avô delas.

As crianças, que têm idade entre 1 e 13 anos e são irmãs, foram encontradas com vida na sexta-feira (11), após uma operação histórica de centenas de militares, indígenas e voluntários que mobilizou toda a Colômbia. Elas estavam em um avião que caiu sobre a selva, matando a mãe das crianças e mais dois adultos.

“Eles ficaram com medo (dos gritos), além dos cachorros. Se escondiam nos troncos das árvores ou corriam”, afirmou à rádio colombiana Caracol um dos avôs das crianças Fidencio Valencia.

Os próprios militares afirmaram que, por diversas vezes, chegaram a passar a uma distância de apenas 20 metros de onde as crianças estavam, mas não as encontraram. Foi só na sexta, quando elas já estavam muito fracas e não conseguiam andar, que o grupo foi por fim localizado.

Crianças que sofreram acidente de avião na Colômbia são resgatadas após 40 dias

Crianças que sofreram acidente de avião na Colômbia são resgatadas após 40 dias

Em uma fase da busca, os militares chegaram a reproduzir, em megafones, uma mensagem gravada pela avó dos irmãos na qual ela pedia, em espanhol e no idioma da etnia uitoto, a qual pertencem, que eles permanecessem onde estavam e não fugissem.

Os quatro irmãos – Lesly Jacobombaire Mucutuy, de 13 años, Soleiny Jacobombaire Mucutuy, de 9 años, Tien Noriel Ronoque Mucutuy, de 4 años, e Cristin Neriman Ranoque Mucutuy, de 1 ano – estão hospitalizados em Bogotá mas não correm risco de vida, segundo o governo colombiano.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

maior-mural-sobre-a-vida-marinha-do-brasil-ganha-versao-interativa;-video

G1 Santos

Maior mural sobre a vida marinha do Brasil ganha versão interativa; VÍDEO

O maior mural sobre a vida marinha do Brasil em Praia Grande, no litoral de São Paulo, terá uma placa interativa com QR Codes que levam para as informações sobre as espécies já encontradas na região. O painel temático tem 490 metros quadrados e está localizado ao lado do Terminal Tude Bastos, no bairro Sítio do Campo. De acordo com a administração municipal, a instalação foi a forma encontrada para […]

today11 de junho de 2023 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%