Gospel Prime

Cristãs são despidas e violentadas em Manipur

today20 de julho de 2023 2

Fundo
share close

A violência em Manipur continua sem trégua. O estado indiano está mergulhado em um conflito étnico-religioso que já resultou em mais de 30 mil pessoas deslocadas internamente. A comunidade cristã local tem sido duramente afetada, testemunhando mais de 120 mortes, 380 igrejas destruídas, mais de mil casas incendiadas e mais de 250 vilarejos e locais comerciais cristãos atacados. Esses números alarmantes colocam a Índia como o 11º país mais perigoso para os cristãos, de acordo com a Lista Mundial da Perseguição 2023, que classifica os lugares onde a perseguição religiosa é mais intensa.

A situação em Manipur se tornou extremamente hostil, com ataques ocorrendo de forma incessante por mais de 80 dias. A internet foi suspensa por um longo período desde maio, mas recentemente as autoridades locais liberaram parcialmente o acesso à rede. Vídeos e imagens perturbadoras dos ataques têm circulado amplamente nos últimos dias, causando indignação tanto na Índia quanto no resto do mundo.

Um desses vídeos recentes chamou a atenção ao mostrar duas mulheres cristãs da minoria kuki-zo sendo arrancadas de um veículo policial por um grupo de homens da comunidade meitei, liderados pelo radical Arambai Tenggol. As mulheres foram despidas, expostas nuas e molestadas. Esse incidente chocante gerou revolta em toda a Índia e questionamentos sobre a indiferença e negligência do governo local, que até o momento não tomou nenhuma medida para conter os agressores, apesar de suas identidades estarem claramente expostas nos vídeos.

É importante destacar que, diante da sensibilidade das imagens, pedimos aos cristãos brasileiros que não busquem nem compartilhem o vídeo das cristãs. Expor essas imagens apenas aumenta o sofrimento delas. O governo indiano já recebeu as gravações e está avaliando como lidar com os criminosos.

Apesar das claras violações dos direitos humanos e das pressões de órgãos internacionais, até o momento não foram feitas prisões em decorrência da crise. Somente agora, o Primeiro-Ministro da Índia, Narendra Modi, quebrou o silêncio e prometeu intervenção severa contra os agressores. A Suprema Corte indiana também alertou que, caso o governo não tome providências, a própria corte agirá em resposta.



A parceira local da Portas Abertas, Rachel Reddy (pseudônimo), expressou sua dor e choque ao assistir ao vídeo e ouvir sobre os terríveis incidentes. Desde que a internet foi parcialmente restabelecida, registros dos ataques hostis têm sido divulgados, revelando a violência que ficou oculta durante a suspensão da rede. A justiça continua retida, e os cristãos locais vivem cercados por conflitos e medo constante.

“Nossas orações e presença estão ajudando as vítimas do conflito. Os cristãos estão cercados por todos os lados, com disputas ocorrendo do lado de fora e o medo tomando conta do lado de dentro. A violência não dá trégua, e os direitos humanos estão sendo cruelmente violados. É impossível descrever o trauma que as mulheres, crianças e outras vítimas afetadas estão enfrentando”, conclui Rachel.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

jovem-compartilha-testemunho-sobre-como-deus-libertou-mae-do-alcoolismo

Gospel Prime

Jovem compartilha testemunho sobre como Deus libertou mãe do alcoolismo

Sidney Martin, emocionada, compartilhou com a congregação o que o Senhor fez por ela e por sua mãe. Quando Sidney estava crescendo, percebeu que sua mãe lutava contra o alcoolismo. Para tentar ajudá-la a superar esse problema, ela se esforçava nos estudos. “Minha mãe lutou contra o alcoolismo enquanto eu crescia. Ela nunca foi abusiva ou algo assim, mas isso realmente dominava a vida dela. Era tudo em que ela […]

today20 de julho de 2023 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%